Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Sarau Artístico reflecte balanço positivo do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular
Vila Verde investe mais de 3 milhões na requalificação de vias de comunicação 

Sarau Artístico reflecte balanço positivo do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular

“Ser feliz – Miúdos e graúdos” em Vila Verde

Braga

2019-06-17 às 18h19

Redacção

O Programa Municipal de Enriquecimento Curricular encontra-se em funcionamento nas diversas escolas de ensino básico do Concelho de Braga desde o ano lectivo 2005/2006. No presente ano lectivo, o programa estabelece-se por via de protocolos tripartidos com 11 dos 12 Agrupamentos de Escolas mais o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e 7 entidades executoras seleccionadas pela direcção dos respectivos Agrupamentos.

No âmbito do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular, o Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, em parceria com a CEA - Cooperativa de Ensino Artístico, entidade executora das actividades, levou a cabo durante o ano lectivo 2018/2019 um projecto artístico que culminou com o sarau intitulado ‘Por um mundo melhor’, que decorreu no Altice Forum Braga. Esta iniciativa contou com uma exposição de Artes Plásticas onde se encontram patentes os trabalhos dos alunos de todas as Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Agrupamento.
O Programa Municipal de Enriquecimento Curricular encontra-se em funcionamento nas diversas escolas de ensino básico do Concelho de Braga desde o ano lectivo 2005/2006. No presente ano lectivo, o programa estabelece-se por via de protocolos tripartidos com 11 dos 12 Agrupamentos de Escolas mais o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e 7 entidades executoras seleccionadas pela direcção dos respectivos Agrupamentos.
Como explicou Lídia Dias, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, a Autarquia Bracarense concebeu o Programa Municipal de Enriquecimento Curricular, em parceria com os Agrupamentos de Escola, assente em actividades de carácter facultativo e de natureza eminentemente lúdica, formativa e cultural que incidem, nomeadamente, nos domínios desportivo, artístico, científico e tecnológico. “Este programa assenta numa estratégia alargada de promoção do sucesso educativo e de qualificação dos tempos de permanência das crianças nas escolas, promovendo uma estreita articulação entre o funcionamento da escola e a organização de respostas sociais no domínio de apoio à família. Chegados à recta final do ano lectivo, o balanço da implementação do modelo das Actividades de Enriquecimento Curricular em vigor verifica-se bastante positivo e concordante com a taxa de cobertura que, em termos do número de alunos a frequentar as AEC, ascende a 98%”, referiu.
Lídia Dias lembrou, ainda, que o Município “reconhece a importância das actividades lúdicas no desenvolvimento global da criança e, como tal, o modelo de AEC adoptado pretende contribuir para o desenvolvimento das crianças num contexto lúdico-pedagógico”.
Após auscultação das entidades parceiras, nomeadamente os Agrupamentos de Escolas e Escola Não Agrupada do Concelho de Braga, pôde-se aferir a unanimidade em manter o presente Modelo de Implementação do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular para o próximo ano lectivo 2019/2020.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.