Correio do Minho

Braga, segunda-feira

SC Braga: “fantasmas do passado desapareceram na supertaça”
Novo ano traz música e instalações ao gnration

SC Braga: “fantasmas do passado desapareceram na supertaça”

Mil a correr pelos direitos humanos

Desporto

2018-12-06 às 11h00

Joana Russo Belo

SC BRAGA prepara a deslocação a Alcochete, onde domingo mede forças com o Sporting, num clássico da 10.ª jornada do campeonato nacional de futebol feminino. Técnico Miguel Santos quer vencer e cimentar a liderança das guerreiras.

Sem fantasmas do passado e de olhos postos em cimentar a liderança. Pela primeira vez - e depois do triunfo histórico na Supertaça, diante do Sporting - o SC Braga vai a Alcochete, na primeira volta, no papel de líder do campeonato nacional de futebol feminino e com mais dois pontos do que a equipa leonina. As duas equipas medem forças no domingo, em jogo da 10.ª jornada, duelo que o técnico Miguel Santos quer vencer.
“Em caso de vitória as coisas ficam mais tranquilas, mas ninguém é campeão em Dezembro, temos de continuar a respeitar todos os adversários. Esse é o cenário que desejamos, porque vamos a Alcochete tentar reforçar a liderança ou mantê-la, embora o cenário ideal é ficar com mais cinco pontos. O campeonato não fica acabado, mas ficaremos com uma margem mais confortável”, sublinhou o técnico, deixando claro que “os fantasmas do passado desapareceram na Supertaça”, naquele que foi o primeiro triunfo das guerreiras diante das leoas.
“Este é um SC Braga que vai em 1.º lugar e isso altera tudo. A última vez que fomos jogar na casa do Sporting, em Alvalade, tínhamos uma diferença de cinco pontos, tivemos de arriscar muito. Desta vez, não precisamos de ir lá com uma estratégia tão arriscada e vamos obrigar o Sporting a arriscar mais, que é algo que não gosta. Da forma como está o campeonato vai ter de ter uma postura diferente, porque vai ter que arriscar e ir à procura da vitória”, alertou, assumindo que a pressão está toda do outro lado de campo.
“Quem tem que ter as despesas do jogo é o Sporting. Quem tem tudo a perder é o Sporting e a pressão está toda do lado deles, nós vamos sem pressão, somos líderes e queremos sair com a liderança reforçada. Quem está numa situação desconfortável é o Sporting”, frisou.
Miguel Santos lembra que a “equipa está bem, joga bem, tem um jogo fluído” e que estão numa fase de apenas “melhorar detalhes, porque já todos perceberam como joga o SC Braga”. “Nestes jogos grandes com o Sporting os detalhes fazem a diferença”, acrescentou.
Reforçando a ideia de que “os fantasmas dos jogos com o Sporting desapareceram por completo após a vitória na Supertaça”, o técnico diz sentir a “equipa muito confiante e motivada para ganhar o jogo em Alcochete” e acredita que vai manter “a estabilidade emocional”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.