Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Simulacro de Evacuação em aldeia dos Arcos
A tradicional Festa das Colheitas de Prado está de regresso de 28 a 30 de setembro

Simulacro de Evacuação em aldeia dos Arcos

Tendências da Heimtextil 2019/2020 apresentadas em Guimarães

Alto Minho

2018-06-14 às 18h05

Redacção

Programa Aldeia Segura, Pessoas Seguras. Evacuado lugar de Vilar Suente.

No âmbito da Defesa da Floresta contra Incêndios, e do Programa Aldeia Segura, Pessoas Seguras, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, em colaboração com diversas entidades, entre as quais os Bombeiros Voluntários, Comando Distrital de Operações de Socorro de Viana do Castelo, Guarda Nacional Republicana e Junta de Freguesia de Soajo levou a cabo um simulacro de evacuação do lugar de Vilar de Suente, em Soajo, que decorreu dentro do esperado.

A população colaborou e ficou a saber melhor como atuar em caso de necessidade de evacuação real.
Neste local, com 53 habitantes, foi colocada sinalética a indicar como lugar de refúgio o Largo da Ermida, em frente ao café, sendo o habitante Carlos dos Santos o oficial de segurança.

Carlos tem como missão alertar a população, fazer ações de sensibilização junto da mesma e organizar a evacuação caso tal seja necessário, com a sinalização de caminhos e definição de locais de refúgio nas aldeias.

Este programa tem como objetivos incentivar à participação das populações e reforçar a consciência da responsabilidade partilhada, contribuir para a salvaguarda de pessoas e bens e implementar estratégias de proteção para aglomerados populacionais. 

Tem como foco principal as freguesias de risco no âmbito da defesa da floresta contra incêndios e como eixos estratégicos a gestão de combustível, o plano de evacuação de aldeias e uma campanha de sensibilização.
Os exercícios são uma das mais importantes ferramentas de treino nas mais variadas áreas de intervenção, nomeadamente na área da proteção civil permitindo testar, em ambiente simulado, procedimentos de nível tático, operacional e estratégico, essenciais ao cabal cumprimento da missão de todas as forças e serviços com competência na matéria, identificando falhas e constrangimentos que, a verificarem-se em situação real, teriam quase sempre efeitos bastante negativos.
Esta é mais uma iniciativa realizada no sentido de contribuir para a salvaguarda de pessoas e bens, bem como da proteção dos aglomerados.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.