Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Troca de sementes e partilha de experiências para ‘poupar’ o ambiente
Café Memória de Esposende assinalou primeiro ano de actividade

Troca de sementes e partilha de experiências para ‘poupar’ o ambiente

Alto Minho “estupefacto” com falta de apoio à Bienal de Cerveira

Troca de sementes e partilha de experiências para ‘poupar’ o ambiente

Braga

2019-09-22 às 06h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

Trocar sementes de feijão por maracujá é apenas um dos exemplos do que aconteceu, ontem, no Mercado Cultural do Carandá no âmbito da Semana do Clima que decorre até ao próximo dia 27 de Setembro.

A chuva que se fez sentir na manhã de ontem não permitiu a realização de duas actividades previstas na abertura da Semana do Clima: a limpeza do rio Este e o Festival Vegan.
Apesar do mau tempo, teve lugar a troca de sementes e partilha de experiências dos produtores e consumidores no Mercado Cultural do Carandá.
Janete Gomes contou ao ‘Correio do Minho’ que trocou uma variedade de feijão por umas sementes de maracujá.

“É uma iniciativa que mantemos durante o ano todo. Nós temos esta relação muito próxima com os nossos clientes . Fazemos esta troca que é muito interessante”, afirmou a produtora, alertando que “andamos a fazer variedades que não estão adaptadas ao nosso ao nosso clima e às condições do solo. Se formos desenvolvendo e incentivando o uso de sementes que sejam mais adequadas aos nossos solos estamos a contribuir para a sustentabilidade do planeta, tendo em conta que utilizamos menos água e menos recursos para produzir e, assim, a longo prazo estaremos a poupar o ambiente”.

Também a produtora Isabel Silva afirma que o “objectivo é a biodiversidade”, alertando que é “importante manter o cultivo das sementes locais, mas ao mesmo tempo esta troca também permite renovar um pouco as nossas sementes”.
Isabel Silva conta ainda que “além da troca de sementes, como a couve nabiça, couve galega, cebola, coentros há também uma troca de experiências. As pessoas perguntam-nos o que podem fazer para melhorar as culturas ou algum problema que tenham na horta”.

O Município de Braga assinala a Semana do Clima com um conjunto de actividades que visam sensibilizar a comunidade para os problemas ambientais, com especial ênfase para as alterações climáticas.
A troca de sementes e partilha de experiências dos produtores e o contributo da agricultura biológica para a sustentabilidade ambiental, observação astronómica ou a acção Vamos Limpar Braga são das actividades que fazem parte do programa.
Todos os dias, há um bar de prova cega de água no Balcão Único e nos balcões da Agere com a campanha ‘Beba água da torneira’.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.