Correio do Minho

Braga, terça-feira

Um projecto onde a inovação se combina com a experiência
FC Marinhas, AD Esposende e CF Fão campeões do Campeonato Concelhio de Futebol Infantil 2018/2019

Um projecto onde a inovação se combina com a experiência

Famalicão quer receber bem os outros

Vale do Ave

2019-01-18 às 06h00

Teresa M. Costa

Roteiro pela Inovação deu, ontem, a conhecer a IOTech, uma empresa que começou a ser incubada, há um ano, e já se tornou parceira da têxtil Riopele, combinando inovação e experiência.

O Roteiro pela Inovação de Vila Nova de Famalicão passou ontem pela IOTech para dar a conhecer uma ‘start up’ que ‘nasceu’ na Incubadora Famalicão Made IN e já estabeleceu uma parceria com a Riopele.
O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, vê na IOTech “um sinal para a comunidade famalicense, para que avance, seja arrojada e tome a iniciativa porque a comunidade empresarial está atenta e pode acolher novos projectos”.

A IOTech surgiu, há um ano, pela mão de Filipe Portela, jovem engenheiro que é também professor universitário, e foi incubada no pólo da Riopele da Incubadora Made IN.
Ao fim de um ano, a IOTech cresceu e já se tornou parceiro da empresa têxtil Riopele sediada em Pousada de Saramagos que adquiriu 10 por cento do capital da Startup .
Filipe Portela explicou ontem que a IOTech está a aproveitar a parceria com a Riopele para desenvolver um conjunto de projectos.
“Trata-se de combinar o nosso conhecimento com a experiência da Riopele” reforça o fundador e CEO da IOTech.

Por seu turno, a Riopele encontrou na startup um parceiro para fazer um ‘upgrade’ no âmbito da Indústria 4.0 e avançar para a digitalização de toda a informação interna da empresa, em 2019, explicou o administrador, Bernardino Carneiro, que identifica nesta parceria “uma oportunidade para acelerar alguns projectos”.
O presidente da Câmara Municipal também sublinha o “ganho recíproco” com a startup a ganhar pela parceria com uma empresa com experiência e com a Riopele a aceder a conhecimento e inovação.
Paulo Cunha elogia o “novo modelo empresarial que se está a concretizar”, já que o mais comum é a incorporação da Startup, mas também a “visão” da Riopele ao associar-se a uma empresa de base tecnol´ógica.
Filipe Portela garante que “há muito por onde crescer”, já que são inúmeros os processos que podem ser optimizados com soluções tecnológicas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.