Correio do Minho

Braga, terça-feira

Viana do Castelo é destino turístico excelente
Bom Jesus é “ex-libris e pilar” do turismo religioso do Norte

Viana do Castelo é destino turístico excelente

ABC/UMinho precisa de vencer todos os jogos

Alto Minho

2019-01-16 às 11h38

Miguel Viana

Procura turística tem aumentado em Viana do Castelo entre 2013 e 2018. Número de dormidas chegou mesmo a superar a média nacional, indicou o presidente da câmara e levou já ao aumento de unidades hoteleiras.

O número de dormidas no concelho de Viana do Castelo duplicou entre 2013 e 2017, o que significa um aumento da procura turística. Os dados foram avançados ontem, em conferência de imprensa, pelo presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo.
Segundo José Maria Costa, o ‘Anuário Estatístico da região Norte 2017’ indica que o número de dormidas em 2103 foi de 124412 contra os 223.866 de 2017. “Um aumento de cerca de 80 por cento, que é quase o dobro da evolução nacional. Viana do Castelo está a crescer quase ao dobro da região Norte e do país”, afirmou o autarca vianense.
A atractividade justifica-se, segundo José Maria Costa, com aposta, por parte da autarquia, numa política de internacionalização da cidade.

“Isto deve-se a uma política de atracção, não só a nivel de feiras e eventos, mas também naquela que foi uma estratégia que desenhamos de internacionalização da cidade, através de congressos, de eventos culturais e desportivos”, alegou José Maria Costa.
Os portugueses são os que mais procuram a capital do Alto Minho para fins turísticos (106.079, em 2017), seguidos dos espanhóis (34.695) e alemães (15.706).
O Caminho da Costa (que integra os Caminhos de Santiago), foi percorrido, em 2018, por 13.841 peregrinos, significando um aumento de 1755 por cento em relação a 2013. “O turismo histórico e religioso é um factor a ter em conta. A previsão é que em 2021 possamos atingir os 300 mil peregrinos”, avançou o edil vianense.

O funicular (elevador de Santa Luzia) foi usado por 180.851 pessoas, equivalendo a um aumento de 153 por cento entre 2013 e o ano passado.
Tendência para o crescimento foi, também, o que apresentou o navio Gil Eannes, que em 2018 foi visitado por 90.835 pessoas. “O navio Gil Eannes tem mais visitantes do que alguns museus nacionais”, fez notar José Maria Costa.
No que se refere ao alojamento local, em 2018 foram solicitados 94 pedidos de registo.
Em relação a hotéis, o autarca anunciou que vão ser construídos três novas unidades, no valor aproximado de 14 milhões de euros.

“Neste momento temos três intenções concretas de investimento, para três novos espaços hoteleiros. Um no centro da cidade, um segundo com 80 quartos e um hotel com 130 quartos. Teremos até 2021 mais 250 quartos”, revelou José Maria Costa.
Na área dos congressos, Viana do Castelo acolheu 11 encontros internacionais em 2107 e 2018, sendo que para este ano já estão programados 12 congressos. Um deles é de carácter europeu e sobre o desporto ao ar livre.
No desporto, estão previstos para este ano 42 eventos (14 regionais, sete nacionais e 21 internacionais).
Para a atractividade de Viana do Castelo contribuiu também o trabalho desenvolvido pelos empresários locais. “Os empresários de Viana do Castelo perceberam esta tendência de cresci- mento sustentável”, indicou José Maria Costa.

O presidente do município anunciou ainda a aposta em ligações a novos destinos como Brest (em França), o Brasil ou a Galiza. “Vamos apostar neste sector e em iniciativas para aumentar a atractividade”, garantiu José Maria Costa.
A vereadora do pelouro do Turismo, Maria José Guerreiro, salientou a participação do município em várias feiras nacionais e internacionais e “a atitude pro-activa dos operadores” locais.
“A promoção feita nas feiras tem sido importante para estes resultados”, disse Maria José Guerreiro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.