Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

30 anos depois da abertura ao público uma renovada Biblioteca Camilo Castelo Branco surgirá

A cor é Rosa!

30 anos depois da abertura ao público uma renovada Biblioteca Camilo Castelo Branco surgirá

Voz às Bibliotecas

2021-09-09 às 06h00

Carlos Araújo Carlos Araújo

No passado dia 3 de setembro, no recinto exterior da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em pleno Parque de Sinçães, da cidade de Vila Nova de Famalicão, foi assinado, entre a Câmara Municipal e a empresa Costeira – Engenharia e Construção, SA, o auto de consignação da obra de requalificação e ampliação do edifício daquela biblioteca famalicense. Vislumbra-se finalmente, e depois de tantos anos de uma espera ansiada, as obras de adaptação e atualização daquele importante equipamento municipal que completará, no próximo ano de 2022, trinta anos de abertura e funcionamento de um intenso e ininterrupto serviço público.
Finalmente, e depois de um longo período de tempo a idealizar e a projetar a intervenção no edifício, coincidirá exatamente com este aniversário de três décadas de serviço público o decurso das obras neste equipamento concelhio. As obras previstas são de remodelação e readaptação dos espaços, assim como de modernização e ampliação de algumas das áreas e o investimento total será de 1,9 milhões de euros. A revolução digital e a expansão da designada sociedade do conhecimento, que veio alterar o conceito atual das bibliotecas públicas, atribuindo-lhes novas funções e utilidades, são algumas das razões que justificam a necessidade de introduzir melhoramento e adaptações no atual edifício.
De acordo com o caderno de encargos, a empreitada procurará adaptar o edifício às atuais necessidades do público e dos seus leitores, sendo para isso valorizada a receção no primeiro piso, será revista a localização do fundo local, aumentada a sala de fundo geral, serão criados novos espaços de multimédia e audiovisuais, de depósitos e arquivos, de cafetaria e de garagem do Bibliomóvel, entre outros melhoramentos. Refira-se que a autoria do projeto de remodelação pertence ao arquiteto João Eduardo Marta, o mesmo que assinou o projeto de construção do edifício, em 1988. Ora, depois de três décadas de contribuição para um panorama educativo e cultural vibrante, as adaptações ao atual perfil de leitor são necessárias e muito exigentes não só para a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco mas, também, para qualquer biblioteca dos dias de hoje.
Os maiores desafios a superar e respostas a encontrar prendem-se com as constantes mudanças de ordem social e de vivência em comunidade, assim como de ordem tecnológica e digital. As bibliotecas servem um grupo de utilizadores muito diversificado que vai desde a geração digital, ao leitor clássico, às pessoas de diferentes culturas e variadas classes sociais e, por essa razão, devem estar equipadas com as mais diversas e atualizadas fontes informacionais e de conhecimento, assim como com os recursos adequados a poderem fazer frente aos desafios da atualidade e, também, do futuro. Contrariamente ao que diziam algumas previsões, segundo as quais as bibliotecas se iriam tornar mais ou menos supérfluas, as bibliotecas públicas e municipais continuam a ser reconhecidas como locais de aprendizagem e de conhecimento. As bibliotecas que se apresentam como locais modernos, agradáveis e acolhedores são hoje usadas mais do que nunca. Por serem espaços de acesso livre e gratuito, abertos ao público em geral, as bibliotecas são centros de serviço na sociedade da informação atual.
Por todas estas razões, este forte e impactante investimento na modernização e ampliação da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco será, sem dúvida, mais um importante marco na história deste centenário equipamento cultural do concelho de Vila Nova de Famalicão.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho