Correio do Minho

Braga, terça-feira

À Margarida Vilarinho e ao seu exemplo

Repensar a Lógica do Livro de Instruções

Ideias Políticas

2017-02-21 às 06h00

Pedro Sousa

Quero, hoje, dedicar este espaço à Margarida Vilarinho, à minha boa amiga Guida.

Partiu no Sábado, após anos de luta contra uma terrível doença oncológica que nunca, por um segundo que fosse, lhe roubou o sorriso, a energia contagiante, a paixão pela vida, a crença na bondade dos homens e a esperança, sempre a esperança de que os amanhãs vindouros seriam melhores.

Mãe, Esposa, Avô, Irmã, a Guida foi, em todas estas dimensões, uma mulher incrível, uma daquelas pessoas que, apenas pela convivência e pelo seu exemplo, incitava, desafiava e convidava os outros a serem melhores, a serem mais exigentes, mais comprometidos com a cidadania, a abraçarem causas solidárias, a serem mais tolerantes com os outros, mais respeitadores da diferença e mais sensíveis para as dificuldades dos mais carenciados e dos excluídos.

A Margarida pôs, sempre, paixão em tudo o que fazia. No Ensino, a que dedicou grande parte da sua vida, foi sempre uma Professora de mão cheia, capaz de estimular os seus alunos muito para além da componente curricular, muito para além dos limites da sala de aula, abrindo horizontes, perpassando valores. Foi durante muitos anos Professora na Escolha EB 2/3 Francisco Sanches, onde foi, também, Presidente do Conselho Executivo.

Era, foi sempre uma mulher de causas, de princípios e de convicções fortes. Uma lutadora pelos verdadeiros valores de Abril, pela liberdade que defendia acerrimamente, pela igualdade, um traço indelével do seu carácter, pela fraternidade e pela solidariedade, que se confundia com a sua própria forma de ser e de estar com os outros.

Ao longo da sua vida, participou e dinamizou várias instituições da sociedade civil, nomeadamente a Civitas - Associação para a Promoção e Defesa dos Direitos dos Cidadãos, da qual foi fundadora e dirigente durante muitos anos. Foi sempre uma enérgica e mobilizadora activista dos Direitos humanos, da liberdade, da igualdade e da não discriminação, promovendo debates, sessões públicas de esclarecimento, marchas, saraus, entre muitas outras coisas.

Ano passado, a respeito de uma das maiores crises do nosso tempo, o flagelo dos refugiados que invadem a Europa, promovi com alguns amigos uma recolha nacional de bens alimentares, de roupas e produtos de higiene pessoal, para enviar para o campo de refugiados de Calais, em França. Nunca me poderei esquecer da forma imediata como a Guida se entregou à causa, a prontidão com que disponibilizou a sua garagem para ser um dos pontos de recolha e armazenamento de material, como se desdobrou em contactos, como mobilizou esforços e recolheu centenas de quilos de material.

Conheci a Guida como a Mãe do Gonçalo e da Catarina, de quem tenho o prazer de ser amigo. Eles são o seu maior património e repositório vivo do seu exemplo.

Ao Gonçalo, à Catarina, ao Miro, à Manela e ao Diogo, quero deixar um abraço muito, muito grande e apertado e dizer-lhes que o mundo dos vivos ficou, sem sombra de dúvidas, mais pobre com a partida da nossa querida Guida mas fomos e somos muitos os que, por termos tido a oportunidade de privar com ela, nos tornamos infinitamente mais ricos e melhores pessoas.

A ti Guida, pela tua coragem, pela tua extraordinária força, pelo teu exemplo de cidadã exigente e comprometida, pelo sorriso permanente e pela mensagem de que vale, sempre, a pena lutar por um mundo melhor, o meu muito obrigado. Tenho e terei sempre saudades tuas e por isso quero que recebas um abraço pleno de amizade, carinho e admiração e dizer-te que o teu exemplo me ajudou e me ajudará, ao longo da vida, a ir pelo certo.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias Políticas

25 Setembro 2018

Confiança máxima

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.