Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

A imigração na U.E. (3)

A saia comprida

A imigração na U.E. (3)

Ideias

2019-01-14 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Para terminar este assunto sobre a imigração, regressemos à falta de solidariedade. Dizia eu, na sexta-feira, que sabemos que há falta de solidariedade na pós recepção dos migrantes que atravessam o Mediterrâneo, ou chegam por terra: é que há países que não os aceitam receber.
E mais: muitos desses países são dos que mais recebem apoio da União Europeia. Hungria, República Checa, Polónia, Eslováquia já se chegaram a juntar para erguer muros na Macedónia e na Bulgária porque acham que a Grécia não trava os imigrantes. Este é um exemplo de falta de solidariedade. E quando perguntamos a um desses países se quer mais dinheiro da União Europeia, ele diz logo que sim. Mas quando se pergunta se quer receber imigrantes, dizem logo: “ah... isso não!”. É isto que tem de mudar um bocado e são estas atitudes do ‘eu’, do ‘orgulhosamente sós’, do querer regressar às fronteiras, que também faz aumentar os populistas na Europa.

Porque as histórias são como as do ‘lobo mau que come tudo...’, neste caso dizem que os imigrantes lhes tiram o trabalho, a casa e vivem pior. Falsos argumentos e falta de muita solidariedade... Mas, também podemos perguntar: e então não é importante, também, tratar deste assunto logo no ponto de partida? É claro que sim. E a União Europeia tem programas próprios e uma sensibilidade muito grande para essa situação. Aposta forte em acabar com o tráfico e as redes clandestinas de migrantes. A fim de travar milhares de pessoas que arriscam as suas vidas na travessia ilegal do Mediterrâneo, a Guarda Europeia de Fronteiras e Costeira e a Europol convergem os seus recursos para investigar e desmantelar as redes de traficantes. Um novo Centro Europeu contra a Introdução Clandestina de Migrantes foi aberto para apoiar os Estados- -Membros neste trabalho. A UE também monitoriza, captura e destrói os navios explorados por criminosos.
No fundo quer ajudar... mas tem de contar com todos!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho