Correio do Minho

Braga, sábado

- +

A Inclusão - um desiderato/missão da Escola Pública

Bernardo Reis: um nome para a história de Braga

A Inclusão - um desiderato/missão da Escola Pública

Voz às Escolas

2024-02-07 às 06h00

Artur Monteiro Artur Monteiro

O princípio fundamental das escolas inclusivas consiste em todos os alunos possam aprender juntos, sempre que possível, independentemente das dificuldades e das diferenças que apresentem.
O nosso Agrupamento tem procurado reconhecer e satisfazer as necessidades educativas dos seus alunos, adaptando-se aos diferentes estilos e ritmos de aprendizagem, de modo a garantir uma escola de qualidade, através de currículos adequados, de uma boa organização escolar, de estratégia pedagógica, de utilização de recursos e de uma boa articulação com a Comunidade.
Consideramos que uma Escola pública de qualidade deve proporcionar aos seus alunos todas as ferramentas necessárias para que estes se tornem cidadãos ativos, responsáveis e competentes, caminho este, que tem sido trilhado ao longo do tempo no nosso Agrupamento. Um dos valores presentes tem sido o respeito pela igualdade de oportunidades a todos os alunos, reconhecendo as suas diferenças individuais.
Assim, o nosso Agrupamento assumiu como missão, assegurar as condições para a promoção de uma educação inclusiva que permita ou adapte o acesso ao currículo, bem como o desenvolvimento pessoal e social dos alunos. Queremos uma Escola inclusiva onde todos os alunos tenham as mesmas oportunidades, sejam valorizados e respeitados nas suas diferenças, onde todos tenham oportunidade de realizar aprendizagens tendentes à consecução dos princípios, valores e áreas de competência definidas no Perfil dos Alunos à Saída de Escolaridade Obrigatória (PASEO).
Lutamos diariamente pela promoção do desenvolvimento integral dos alunos atendendo às dimensões do saber, saber fazer e saber estar, na exigência e na diversidade, garantindo aos alunos o acesso ao currículo e às aprendizagens essenciais ou de forma adaptada.
Procuramos pautar a nossa ação pela criação de ambientes educativos ativos e estimulantes para os alunos que carecem de apoio, adequando-os às suas necessidades.
Contudo, urge lembrar que só com a colaboração fundamental dos pais ou encarregados de educação, é possível assegurar aos nossos alunos uma formação construtora do seu futuro académico e profissional, já que não podem, nem devem, abdicar do direito e do dever de participar, de forma cooperativa e ativa em tudo o que se relacione com a educação do seu educando, tomando conhecimento de toda a informação constante no processo individual do aluno, nomeadamente no que se refere às medidas de suporte à aprendizagem e à inclusão, implementadas pela escola.
A promoção de uma ação pedagógica que tenha em conta que todos os alunos na relação com as tarefas de aprendizagem, que poderão ser diferentes quanto às suas finalidades e aos seus conteúdos, quanto ao tempo e ao modo de as realizarem, assim como aos recursos, condições e apoios que são disponibilizados é um objetivo que perseguimos de forma resiliente, tendo a consciência de que só assim conseguimos prevenir o absentismo e o abandono escolar precoce e tornar o ambiente escolar num espaço de felicidade e bem-estar para as nossas crianças e os nossos jovens.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

11 Abril 2024

Ler para crescer...

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho