Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +

A vírgula (,)

O sofisma

A vírgula (,)

Escreve quem sabe

2018-12-30 às 06h00

Cristina Fontes Cristina Fontes

A vírgula (,) assinala uma pausa breve, mas há regras básicas para sua utilização que são diariamente desrespeitadas.
Comecemos por saber onde se deve empregar:
1. para separar elementos de uma enumeração (ex.: O Rui trouxe bananas, peras, maçãs e uvas para a sobremesa.).
2. para separar, numa data, o nome do lugar (ex.: Braga, 28 de dezembro de 2018.).
3. para isolar os advérbios “sim” e “não”, quando são independentes das orações (ex.: Sim, vou contigo ao cinema; Não, vou com a Rita ao cinema.). A última frase pode ser a resposta a “Vais jantar com o Rui? ”Não, vou com a Rita ao cinema.” Reparem que o emissor está a negar que vai jantar com o Rui e a afirmar que vai ao cinema com a Rita. Se não colocássemos a vírgula o sentido da frase seria muito diferente - o emissor estaria a negar que iria jantar com a Rita: “Não vou jantar com a Rita.” A colocação ou não vírgula pode, pois, causar mal-entendidos.
4. para isolar a expressão “por favor” em qualquer lugar da frase (ex.: Por favor, fecha a porta; Fecha, por favor, a porta; Fecha a porta, por favor.).
5. para isolar palavras ou expressões explicativas – pois, sem dúvida, isto é, na verdade, ou seja, com efeito, etc. (ex.: O Rui é, sem dúvida, um rapaz com sorte.).

Nota: Aproveito o facto de ter escrito “etc.” para mencionar um uso da vírgula muito discutido: usar ou não a vírgula antes de etc. (O termo “etc.” é abreviatura da expressão latina et cetera, que significa “e outras coisas”. Sendo uma abreviatura é, contudo, obrigatório o ponto abreviativo.). Os linguistas mais canónicos consideram o uso da vírgula antes de “etc.” um erro, tendo em conta que o “e” (et) que já está implícito, substituindo a vírgula. Outros, porém, defendem que a vírgula é necessária, argumentando que, com o passar do tempo, a expressão “etc.” se tornou um constituinte enumerativo. Escolham como o querem utilizar, mas sejam coerentes no uso.
Algo que nunca devem fazer é preceder o “etc.” de “e” (ex.: *e etc.) ou utilizar reticências depois (ex.: *etc…). A expressão "etc.", quando no final de frase, não deve ser seguida de ponto final (*etc..).

6. para separar conjunções, locuções conjuncionais ou advérbios com valor adversativo (ex.: Gosto muito de praia, mas sou alérgico ao sol.), conclusivo (ex.: Vou ao cinema, portanto não esperes por mim para jantar.) ou explicativo (ex.: Vem cedo, que eu tenho de sair.).
7. para separar orações coordenadas assindéticas (ex.: O Rui foi ao supermercado, comprou fruta, voltou para casa.).
8. para separar orações coordenadas ligadas pela conjunção coordenativa copulativa “e” se o sujeito for diferente (ex.: O Rui foi jantar fora, e a Rita foi ao cinema.).
9. para isolar o vocativo em qualquer lugar da frase (ex.: Rui, fecha a porta; Fecha, Rui, a porta; Fecha a porta, Rui.).
10. para separar orações subordinadas adverbiais que precedem subordinantes (ex.: Quando saíres, fecha a porta.) ou que estão nelas encaixadas (ex.: O Rui, quando veio cá a casa, trouxe um cesto de fruta.)
11. para isolar o modificador apositivo do nome quer seja uma oração (ex.: O Rui, que veio cá a casa ontem, é primo da Rita.) ou não (ex.: O Rui, um rapaz simpático, é primo da Rita.).
12. para isolar orações reduzidas ao infinitivo (ex.: O Rui, ao chegar a casa, disse que não iria ficar para jantar.), gerúndio (ex.: O Rui, olhando por cima do ombro da Rita, despediu-se de nós.) e particípio (ex.: Dito isto, o Rui saiu apressadamente.).
13. para substituir um verbo suprimido, muito frequente nos textos literários (ex.: O Rui foi jantar; a Rita, ao cinema.).
Como veem, o uso da vírgula obriga-nos a refletir. Hoje, vimos onde a utilizar. Oportunamente, veremos onde nunca a podemos empregar.
Boa semana.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.