Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Aeroporto do Porto não precisa de obras?

Sinais de pontuação

Ideias

2017-04-12 às 06h00

Paulo Monteiro

O movimento de passageiros nos aeroportos aumentou em 2016, segundo dados divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística.
Em 2016, o movimento de passageiros por via aérea aumentou fortemente: +14,3%, face a +11% em 2015.
Se bem que os dados no movimento de passageiros nos aeroportos aumentou para mais de 45 milhões, o curioso é o facto de ter sido Lisboa aquele que registou o menor aumento e aquele que vai ter... aeroporto novo.

Em todos os principais aeroportos registaram-se aumentos relevantes no número de passageiros, designadamente no Porto (+22,1%; 2,3 milhões), em Faro (+22,9%; 1,4 milhões), no Funchal (+16,5%; 681 mil) e em Ponta Delgada (+13,7%; 327 mil), sendo ainda de realçar os aumentos na Lajes (+20,2%) e no Porto Santo (+42,3%). Lisboa, como disse, teve o menor aumento... +20,0%; total de 5,6 milhões de passageiros.

O certo é que o Porto tem batido recordes e, o ano passado, recebeu 9 milhões de passageiros. O mesmo é dizer que chegou ao limite máximo previsto. A crescer a este ritmo é bem possível que este ano chegue já aos 10 milhões... um ritmo alucinante de um milhão por ano. Se em Lisboa há saturação, no Porto pode-se ‘apertar’ um bocadinho que se podem receber mais passageiros. Mas a este ritmo o importante é não descurar o futuro e não pensar depois em cima do joelho.

Já se sabe que há projectos para obras de ampliação da Taxiway, mas há que não descurar os passageiros e, sobretudo o Norte, essa mola que impulciona a nossa economia. Como tenho dito, há que olhar para o Norte e para o Minho. Não somos paisagem e não se pode pensar só Lisboa...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.