Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Alemanha: do perdão da dívida ao excedente orçamental

Inteligência emocional

Alemanha: do perdão da dívida ao excedente orçamental

Ideias

2020-02-27 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

A história da Alemanha é enorme, com ditaduras e guerras, com democracias e uniões, com dívidas e com dinheiro a mais. Os germânicos passaram por tudo...
Faz hoje 67 anos (27 de Fevereiro de 1953) que a economia alemã deu um passo decisivo na sua recuperação, depois de ter ‘batido no fundo’ após a derrota na II Guerra Mundial, já que trazia dívidas do antes e acumulou ainda mais no pós guerra. Há 67 anos mais de 70 países reuniram-se e decidiram perdoar mais de 60% da dívida da Alemanha; entre eles - imagine-se - estavam países como a Espanha, a Grécia ou a Irlanda...

O certo é que este perdão fez com que o país se alavanca-se e, na década seguinte, conseguiu duplicar o seu produto Interno Bruto. A partir daí foi uma onda de sucesso económico que dura até aos dias de hoje. E para o comprovar, ontem foi dia em que a agência federal de estatística alemã (Destatis) informou que o Estado alemão, incluindo municípios e caixa da segurança social, obteve em 2019 um excedente orçamental de 49.800 milhões de euros. Mas há mais: este foi o oitavo ano consecutivo no qual o Estado alemão alcançou um excedente fiscal e o quinto em que o Governo federal também o conseguiu, ainda que o valor de 2019 seja inferior ao de 2018, quando o excedente se cifrou em 62.400 milhões de euros. Os germânicos continuam assim em alta e a cumprir os tratados da União Europeia, entre eles o de Maastricht, que limita o endividamento anual a 3% do PIB. Fossem todos cumpridores...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho