Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Alterações climáticas

Assim-assim, ou assim, sim?

Alterações climáticas

Ideias

2019-10-02 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Nunca se falou tanto em alterações climáticas como no último ano. Para muitos pode parecer uma novidade, um alarmismo, mas para quem trabalha em Ambiente, é um assunto extremamente pertinente há já muitos anos.
Se, por um lado, cada vez mais vemos chefes de estado preocupados e interessados em encontrar soluções, também vemos outros líderes que parecem seguir o caminho inverso: Donald Trump e Jair Bolsonaro são um exemplo disso, nem o Brasil, nem os EUA estiveram representados na Cimeira do Clima, convocada pela ONU, que se realizou na semana passada. Estes caminhos opostos são motivos de preocupação, pois a reversão das alterações climáticas só será possível, com o esforço de todos os países, principalmente de grandes países como os EUA e o Brasil.
Nos últimos tempos também tem crescido a visibilidade de Greta Thunberg, uma adolescente sueca que inspirou milhares de jovens a manifestarem-se contra as alterações climáticas e a exigir soluções concretas e não apenas palavras, por parte dos líderes mundiais.

Efetivamente as pessoas têm de compreender que não é uma moda, não é fundamentalismo, é sem dúvida nenhuma uma prioridade. Se nada se fizer, se se continuar a fechar os olhos à realidade, será que vamos querer estar cá para assistir às consequências? Como será o futuro dos nossos filhos e netos?
Claro que só políticas globais poderão reverter o caminho do ponto sem retorno, no entanto, como tenho vindo sempre a dizer, todos podemos fazer a nossa parte na nossa cidade, na nossa empresa, na nossa escola, na nossa rua, na nossa casa. Podemos começar por alterar comportamentos: reduzir a quantidade de resíduos, reutilizar o que já possuímos, fazer um consumo consciente de água e outros recursos naturais, não abandonar resíduos fora dos contentores e responsabilizar quem o faz, separar todos os resíduos para reciclagem (embalagens, óleos alimentares, resíduos elétricos e eletrónicos, pilhas, lâmpadas, etc.), entre outros pequenos gestos.
Todos juntos podemos fazer a diferença, o que fizermos na nossa comunidade conta, sem dúvida nenhuma, para o bem do nosso Planeta.
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.