Correio do Minho

Braga, terça-feira

As Associações de Pais

Parabéns ao IPCA

Voz às Escolas

2015-11-30 às 06h00

Hortense Lopes dos Santos

No regime de autonomia, administração e gestão escolar são reconhecidos aos pais e encarregados de educação o direito e o dever de participar na vida das escolas. Esta participação concretiza-se, antes de mais, na organização e colaboração em iniciativas que visam a promoção da melhoria das escolas, em ações motivadoras de aprendizagem e em projetos de desenvolvimento socioeducativo.

A intervenção dos pais prevê-se que seja organizada e institucional através das Associações de Pais legalmente constituídas em qualquer Agrupamento de Escolas e/ou Escola não Agrupada.
Segundo a lei, as Associações de Pais (AP) visam a defesa e a promoção dos interesses dos seus associados em tudo quanto respeita à educação e ensino dos seus filhos e educandos, desde a educação pré-escolar ao ensino básico e secundário, público, particular ou cooperativo.

As AP são independentes do Estado, dos partidos políticos, das organizações religiosas e de quaisquer outras instituições ou interesses, autónomas na elaboração e aprovação dos seus estatutos e normas internas, na eleição dos seus corpos sociais, na gestão e administração do seu património próprio, na elaboração de planos de atividades. Por outro lado, podem intervir em diferentes órgãos de representação e consulta, nomeadamente no Conselho Geral dos Agrupamentos de Escolas (onde se elege o diretor) e no Conselho Municipal de Educação (onde se discute a política educativa local).

Feito este enquadramento legal, vamos, como quase sempre, falar do quotidiano do nosso Agrupamento.
Assim, no passado dia 28 de novembro, a Associação de Pais da Escola Secundária Carlos Amarante comemorou 25 anos, homenageando todas as direções desde a sua constituição formal (registada a 29 de novembro de 1990). Nesta merecida homenagem, estiveram presentes os dirigentes associativos desde a fundação da AP e atuais, pais, professores, ex-diretores da Escola, funcionários e muitos convidados que se juntaram à confraternização.

É com orgulho que afirmamos que A Escola Secundária Carlos Amarante (ESCA) é reconhecida na cidade de Braga e na região pela sua história e pelo notável contributo na formação de várias gerações.
Há alguns anos que acompanho, primeiro como docente e atualmente como diretora, o envolvimento da comunidade na vida da Escola. Reconhecem a ESCA e agora, o AECA como locais de formação, de enriquecimento pessoal e profissional e de preparação para a vida ativa, refletido no espírito de identidade e sentimento de pertença.

Neste sentido, saudamos calorosamente a Associação de Pais e Encarregados de Educação da ESCA pelo envolvimento e entrega ao longo destes 25 anos. Os laços que unem a Associação de Pais e a Escola Secundária Carlos Amarante são fortes e de excelente cooperação, contribuindo para a manutenção desta identidade, pois, muitas vezes, os pais são ex-alunos.
Às Associações de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante desejamos amplo sucesso nos seus projetos. Recordamos o lema que tivemos registado no Projeto Educativo da ESCA (anterior ao Agrupamento), segundo Álvaro de Campos, ‘O presente é todo o passado e todo o futuro’.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

19 Dezembro 2018

O que nos distingue

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.