Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Boas Festas

As Bibliotecas e as Escolas

Ideias

2017-12-22 às 06h00

Paulo Monteiro

O Natal está à porta e o calendário dá-nos, este ano, o privilégio de ter um fim-de-semana alargado. O tempo é de partilha. É de união. É de reencontro de famílias. É um momento alto neste reencontro uma vez que a globalização e a abolição de fronteiras nos deixa mais distantes fisicamente, mas sempre presentes a qualquer clique de um telemóvel, de um computador ou de um ipad. Hoje falamos com todos, em todo o mundo, em poucos segundos e vemos do outro lado a imagem dos nossos familiares. Mas agora, nestes próximos dias, esses momentos são de contacto, de presença física para muitas e muitas famílias.

E porque continuo a pensar que o tempo continua a ser de festa, quero também recordar este ano uma pequena lenda da autoria de Jean-Baptiste Poquelin Molière e que tem por título ‘Lenda do Pinheiro de Natal’...
“Há muito, muito tempo, na noite de Natal, existiam três árvores junto do presépio: uma tamareira, uma oliveira e um pinheiro. Ao verem o Menino Jesus nascer, as três árvores quiseram oferecer-lhe um presente. A oliveira foi a primeira a oferecer, dando ao Menino Jesus as suas azeitonas. A tamareira, logo a seguir, ofereceu-lhe as suas doces tâmaras.

Mas o pinheiro, como não tinha nada para oferecer, ficou muito infeliz. As estrelas do céu, vendo a tristeza do pinheiro, que nada tinha para dar ao Menino Jesus, decidiram descer e pousar sobre os seus galhos, iluminando e enfeitando o pinheiro. Quando isto aconteceu, o Menino Jesus olhou para o pinheiro, levantou os braços e sorriu! Reza a lenda que foi assim que o pinheiro - sempre enfeitado com luzes - foi eleito a árvore típica de Natal.”
Desejo a todos que o Correio do Minho seja a estrela que todos os dias lhe chega à mão e lhe faça companhia sempre com boas notícias. A todos desejo um Feliz Natal!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

21 Setembro 2018

Pecado Original

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.