Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Braga é Natal

E tudo o mais que a seguir se verá…

Escreve quem sabe

2015-12-11 às 06h00

Rui Marques Rui Marques

Está em curso a terceira edição da iniciativa ‘Braga é Natal’, uma ação coletiva promovida pela Câmara Municipal de Braga, com o apoio da Associação Comercial de Braga (ACB), dos Transportes Urbanos de Braga (TUB), dos Comboios de Portugal (CP) e de um conjunto alargado de outros importantes parceiros para a organização desta alargada e diversificada programação de Natal.

Para Braga, e o seu comércio, esta é iniciativa fundamental para o reforço do seu posicionamento como o principal destino de compras e lazer da Euroregião Galiza - Norte de Portugal. Desengane-se quem achar esta afirmação exagerada. Braga é, de facto, um espaço económico em termos comerciais altamente competitivo no panorama ibérico, salvaguardando as comparações com cidades de dimensão muito superior como é o caso das capitais, Lisboa e Madrid.

Atentemos aos seguintes números:
- Durante os 12 dias de animação ‘Braga é Natal’ a ACB estima a passagem de mais de 2.000.000 de consumidores pelo centro de Braga;
- Braga dispõe de uma oferta de mais de 1000 lojas comerciais no centro urbano, com um comércio moderno, dinâmico, diversificado e atrativo; de uma oferta de mais de 100 restaurantes de excelente qualidade e de diversos estilos de cozinha; de importantes monumentos de interesse histórico, cultural e turístico, jardins e museus;
- uma parte significativa das artérias com grande densidade comercial dispõem, neste período, de iluminação e sonorização temática, de forma a recriar a atmosfera natalícia mais autêntica possível;
- Em termos de negócios, a ACB estima que em 2014, no concelho de Braga, tenham sido transacionados mais de mil milhões de euros só no setor do comércio, embora os dados do INE possam não revelá-lo, uma vez que este Instituto atribui os volumes de negócios das empresas ao concelho da sua sede, independentemente de terem sido gerados por estabelecimentos distribuídos por um conjunto alargado de localidades. Ou seja, o volume de negócios gerado nos estabelecimentos instalados em Braga mas cuja sede social seja noutra localidade, Lisboa é mais comum, para efeitos estatísticos é contabilizado para o concelho da sede da empresa.

Como é sabido, para os estabelecimentos comerciais esta época representa o maior pico de vendas do ano, mas, apesar disso, devido à enorme concorrência existente entre os diversos destinos de compras (centros de cidades e centros comerciais, por exemplo), tal não significa que não deva ser realizado um esforço coletivo para promover as atividades económicas do território. Bem pelo contrário, temos de o assumir e de tentar proporcionar “a melhor experiência de Natal possível” a quem nos visita, como referiu o Presidente da Câmara Municipal de Braga na apresentação da “Braga é Natal”.

O efeito Natal nos negócios das empresas do comércio de proximidade é impressionante. Dados de 2014, do comércio de Braga, indicam-nos que durante o mês de dezembro as empresas faturaram mais 60% do que a média de faturação dos restantes 11 meses do ano. Mas este efeito não se faz notar apenas no comércio, no setor da restauração o incremento atingiu também os 40%. O que justifica esta ação concertada e investimento realizado pelo Município no reforço da atratividade do concelho.

Nota de destaque, neste âmbito, para as ações concertadas entre a CP, a TUB e a ACB, que permitirão aos consumidores fazerem as suas compras de Natal e desfrutar do ambiente natalício proporcionado pela magia das decorações e iluminações de Natal, com todo o conforto, sem problemas de trânsito e de estacionamento.

Assim, em dezembro, as viagens de ida e volta nos Comboios Urbanos do Porto, aos fins-de-semana, feriados e dia 24, custam apenas 2€, e os detentores destes títulos de transporte beneficiam ainda de descontos e ofertas em mais de 50 lojas do centro de Braga, mediante a apresentação do bilhete no momento da compra.

Idêntica situação sucederá com a operação TUB Natal, que decorrerá nos dias 19 a 23 de dezembro, assegurando a TUB um programa de ligações regulares entre o centro de Braga e zonas periféricas de Braga (onde os consumidores são incentivados a estacionar as suas viaturas), por um custo de 1 € a viagem de ida e volta.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho