Correio do Minho

Braga,

- +

Braval no topo da reciclagem

Cartas de saudade

Braval no topo da reciclagem

Ideias

2018-04-18 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Cada vez mais, é notória a ascensão da NOSSA REGIÃO, como uma região no Topo da reciclagem em Portugal.
De fato, mais uma vez, o relatório de retomas da Sociedade Ponto Verde (SPV), coloca a Braval no topo da reciclagem, a nível nacional. Efetivamente, a população da área da Braval está cada vez mais sensibilizada e contribui para estes resultados. Todos juntos, estamos a fazer um bom trabalho!
Segundo dados da Sociedade Ponto Verde, ao analisarmos a quantidade de resíduos enviada para reciclagem, através desta entidade gestora, a Braval é o Sistema de Portugal Continental que mais resíduos envia para reciclar, per capita, excluindo a ALGAR, que abrange o Algarve, e por isso tem grande flutuação de população, no verão.
Na área da Braval, que abrange os municípios de Amares, Braga, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Vila Verde, foram enviados para reciclagem, através da SPV, 40,1 kg por habitante, mais 2,7 kg do que me 2016, enquanto que a média nacional ronda os 30 kg per capita.

No caso do vidro, a diferença acentua-se mais, com a Braval a enviar para reciclagem 23.7 kg por habitante, sendo que a média nacional é de aproximadamente 16kg per capita.
De referir que a Braval atingiu e ultrapassou o objetivo de retomas desta entidade gestora, no vidro, papel e plástico, ficando o metal nos 85%.
Desde 2017, que o mercado da reciclagem de embalagens conta com outra entidade gestora, a Novo Verde, pelo que, as quantidades enviadas para reciclar são superiores.
Brevemente, começará a operar também a Amb3e como entidade gestora de reciclagem de embalagens.
Esta posição cimeira tem-se vindo a manter ao longo dos anos, excetuando as ilhas e o Algarve, a Braval é o sistema que mais vidro recolhe, por habitante, há já vários anos, em quantidades muito superiores à média nacional. No caso do papel e embalagens, os resultados também têm sido bastante positivos, mas já perto da média.
No entanto, serão estas quantidades suficientes?
Lamentavelmente Não!
Como costumo dizer, fizemos muito em pouco tempo, mas ainda temos de fazer mais!

Ainda estamos aquém das metas estabelecidas pelo PERSU2020 (Plano Estratégico de Resíduos Sólidos Urbanos). Nunca poderemos dar-nos por satisfeitos, há que sensibilizar mais, há que recolher mais resíduos seletivamente, há que enviar mais resíduos para reciclagem, não só para atingirmos as metas comunitárias, mas também, para termos melhor qualidade de vida e melhor saúde pública.
A Braval tem vindo sempre a desenvolver esforços e a investir, para que a melhoria contínua que norteia a sua missão esteja sempre em primeiro lugar.
Espero que a população tenha noção de que, quanto mais reciclagem houver, para além dos benefícios ambientais inquestionáveis, menos custos haverá com o tratamento de resíduos, podendo refletir-se na taxa de gestão de resíduos paga pelo munícipe, isto é, não havendo aumento de tarifas.
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

17 Fevereiro 2020

Super, super SC Braga

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.