Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Brincar em Segurança

O mito do roubo de trabalho

Escreve quem sabe

2010-12-26 às 06h00

Fernando Viana

Provavelmente, ao ler esta crónica já adquiriu a maior parte dos brinquedos que está a pensar oferecer este Natal. Uma vez que é nesta época do ano que se vendem a maior parte dos brinquedos, a Direcção-Geral do Consumidor está a promover uma campanha de sensibilização e alerta para todos os que comprem brinquedos e/ou supervisionem a sua utilização pelas crianças.

Se ainda não comprou os brinquedos, lembre-se:
• Leia todos os avisos de segurança e instruções do brinquedo, e veja se é resistente ao fogo, se é lavável ou se apresenta pequenas peças que se possam soltar;
• Verifique se a rotulagem está em português, conforme é exigido por lei;
• Escolha brinquedos que se adaptem à idade da criança, aos seus interesses e desenvolvimento.
Utilização dos brinquedos em casa:
• Retire o brinquedo da embalagem e verifique se tem arestas cortantes ou bordos que possam magoar ou provocar ferimentos;
• Lembre-se de que qualquer criança com menos de 3 anos tem a tendência de levar os brinquedos à boca. Assim, verifique se existem peças pequenas que possam soltar-se facilmente e que caibam na boca, podendo provocar asfixia;
• Mantenha os brinquedos limpos, lavando-os regularmente, sempre que estes o permitam, especialmente aqueles que são utilizados durante as refeições ou que são levados para a rua;
• Verifique regularmente o estado de conservação dos brinquedos e deite fora os brinquedos danificados e partidos.
Cuidados especiais a ter com certos brinquedos:
• Peluches: Devem ser macios, laváveis e resistentes. A resistência de um brinquedo pode ser testada pela manipulação do boneco, que permite verificar se larga pêlo, se os olhos, botões e outras peças se soltam e se podem ser engolidas ou aspiradas para os pulmões;
• Brinquedos que “chiam”: Veja se existe alguma válvula que se possa soltar, pois esta pode ser engolida, existindo o risco de sufocação;
• Brinquedos que produzem sons: Escolha-os com cuidado, pois podem atingir níveis de ruído elevados e serem prejudiciais para a audição das crianças;
• Brinquedos com fios e cordas (caixas de música): Atenção ao comprimento dos fios, que deverão ter, no máximo, 220 mm, para evitar o risco de estrangulamento;
• Brinquedos com bolas esféricas ou ovóides: Mantenha a criança sob vigilância, especialmente se tiver idade inferior a 3 anos, para evitar que os coloque na boca e bloqueie as vias respiratórias;
• Carrinhos, triciclos ou cavalos de pau: A sua utilização deve ser vigiada por um adulto especialmente na proximidade de escadas, rampas ou outros desníveis e outros perigos como piscinas ou lareiras;
• Bicicletas, skates, patins: Ao utilizar estes brinquedos, as crianças devem usar sempre equipamento de protecção individual adequado como o capacete, luvas, joelheiras e cotoveleiras;
• Baloiços, trapézios, anéis suspensos montados em pórticos ou suspensos: Devem ser acompanhados de instruções de montagem, que chamem a atenção para a necessidade de proceder a inspecções periódicas das suas peças, das suspensões, das ligações e da fixação ao solo;
• Pistolas com projecteis ou com fulminantes: Tenha em atenção a velocidade da projecção de peças e o nível do ruído produzido;
• Brinquedos eléctricos: Evite brinquedos com elementos de aquecimento, tais como baterias, para crianças com menos de 8 anos, uma vez que podem causar queimaduras;
• Balões: Há que também ter cuidado com estes artigos, sobretudo com os balões compridos que podem causar asfixia ou estrangulamento.

Curiosamente, a maior parte dos acidentes relacionados com brinquedos, produz-se quando as crianças caiem sobre os mesmos. Assim, não basta comprar brinquedos seguros, é fundamental também que eles sejam utilizados de forma cuidada e que após a sua utilização a criança seja ensinada a guardá-los em locais apropriados.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

16 Dezembro 2018

Sinais de pontuação

16 Dezembro 2018

Amigos não são amiguinhos

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.