Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Congresso dos escuteiros católicos

O sentido da técnica e do humano e a política científica

Escreve quem sabe

2013-10-11 às 06h00

Carlos Alberto Pereira Carlos Alberto Pereira

O Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português vai, nos dias 9 e 10 de novembro, no Centro de Congressos de Lisboa, realizar um congresso subordinado ao tema ‘Escutismo: educar para a vida no século XXI’. Esta é uma prática que tem marcado cada uma das décadas deste movimento, uma reflexão aprofundada sobre a ação educativa desenvolvida, sobre o impacto que esta tem nas pessoas e na sociedade e ainda sobre a visão que a sociedade tem do Escutismo.
Depois de uma reforma profunda do Programa Educativo e do Sistema de Formação de Adultos, o CNE quer, hoje, reconhecendo o seu passado, afirmar o presente, para preparar os caminhos do futuro próximo, tendo estabelecido quatro objetivos que nortearão o trabalho a desenvolver:
1. Refletir sobre a situação atual do Corpo Nacional de Escutas no século XXI, tendo como base os diversos contributos recolhidos, as experiências vividas e o impacto social do Movimento.
2. Dinamizar um espaço de encontro, reflexão e debate em torno da Identidade, Valores e Missão do Corpo Nacional de Escutas.
3. Identificar eixos estratégicos da Associação que permitam uma dinâmica nacional de desenvolvimento sustentado.
4. Dotar a associação de um acervo de produções reflexivas sobre o seu presente e futuro, numa perspetiva facilitadora de dinâmicas participativas similares.
O programa do Congresso assenta em três grandes dimensões temáticas em torno das quais se fará uma reflexão, tão profunda quanto possível. Por isso, todos os educadores adultos foram convocados, a produzir e partilhar reflexões sobre o tema, assente nas três grandes dimensões temáticas:
• o papel do Escutismo na Igreja,
• o papel do Escutismo na Sociedade e
• o papel do Escutismo na Educação.
Também pensadores reconhecidos das sociedades civil, académica e religiosa foram convidados a intervir neste empreendimento, onde cada uma destas dimensões será animada por questões de partida para motivar a reflexão e consciencialização:
• Igreja - Como reage a Igreja aos sinais dos tempos de hoje? Qual a nossa Missão como leigos? Neste ano da fé, como educamos para a fé e que testemunho damos pelas nossas vivências? A Lei do Escuta e a Lei de Deus, como as integramos no nosso quotidiano?
• Sociedade - Como retratamos a sociedade de hoje? Como interagimos com as novas “marginalidades”? Estamos a formar Mulheres e Homens para a sociedade do séc. XXI? Como nos vemos e somos vistos na nossa missão de construir um mundo melhor?
• Educação - Como se consolida o Escutismo enquanto movimento de educação não formal? O método escutista afirma-se pela pedagogia da participação? O que sustenta o crescimento do Movimento ao longo destes 90 anos? Temos atribuído ao Agrupamento, enquanto comunidade educativa, o lugar que lhe é devido?
A dinâmica, pré congresso, levará ao envolvimento de todos os adultos e à produção de textos reflexivos sobre a prática e as vivências do quotidiano e sobre os projetos desenvolvidos, é o tempo da participação interna que, para além ser uma preparação para o debate com os onze conferencistas convidados, constituirá, tal como como os textos destes e o resultado dos debates em congresso, um espólio magnífico que ficará registado nas atas do congresso, sobre o qual os Escuteiros Católicos poderão definir novos Caminhos com Sentidos Educativos e de Serviço.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.