Correio do Minho

Braga, terça-feira

Consumidores portugueses são os mais prudentes da Europa

Confiança? Tínhamos razão.

Ideias

2017-11-01 às 06h00

Paulo Monteiro

Os dados foram divulgados nos últimos dias e pertencem a um estudo publicado pelo Observador Cetelem Consumo 2017. E a conclusão é clara: 97% dos consumidores portugueses comparam os preços antes de comprar. Estes dados são reveladores de um consumidor nacional que dificilmente compra por impulso um produto cujo valor seja superior a 500 euros.
O inquérito foi efectuado em 15 países europeus e os portugueses são aqueles que se mostram mais hesitantes e prudentes, com mais sete pontos percentuais que a média do estudo. Os consumidores nacionais são também aqueles que mais reflectem antes de comprar, 91% do total, 6% acima da média.

E mesmo em termos de pagamento, cerca de 63% dos inquiridos garantem não recorrer a quaisquer facilidades de pagamento ou crédito (a média europeia é de 63%). No estudo, os espanhóis são os que mais recorrem às facilidades e pagamento e crédito (53%). Em sentido contrário, os belgas são os mais avessos a estas formas de pagamento (26%).

Números que mostram uma alteração nos hábitos dos portugueses depois de anos de crise e de apertar de cinto. Hoje tudo é bem diferente e as cautelas são grandes. Acabamos por assistir a uma procura do consumo, é certo, mas com passos bem seguros, ou seja... com dinheiro. E a uma gestão do orçamento com muitas cautelas.
Dados importantes que vieram mesmo em tempo apropriado já que ontem comemorámos o Dia Mundial da Poupança...

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

18 Setembro 2018

Ser de Confiança

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.