Correio do Minho

Braga, sábado

Crianças excelentes, professores de excelência?

Mobilidade Sustentável

Ideias

2016-11-08 às 06h00

Cristina Palhares

Verdade. Sem dúvida alguma. Excelentes, sim. Na visão, nos valores, adeptos do pensamento critico, que procuram a verdade, de uma vasta cultura geral, proativos, em constante atualização, responsáveis, com boas expetativas, motivadores, comunicadores e dialogantes, com tato pedagógico, planeadores, cooperantes, que servem de modelo,... enfim, um sem número de qualidades que culminam com um professor emocionalmente apto, ou seja, o professor que conhece e domina os seus próprios sentimentos e sabe reconhecer e lidar eficazmente com os sentimentos dos outros.

O Professor Jorge Rio Cardoso, da Universidade de Aveiro, no seu livro ‘O Professor do Futuro’ defende o princípio que são os professores, e os seus métodos de ensino, bem como a sua forma de atuar, que poderão fazer melhores alunos. Percorri o seu livro, fixei-me nas primeiras páginas, e retive: o professor do futuro não é o que aí vem, não é aquele que ainda frequenta a sua formação inicial, eventualmente aquele que ainda nem entrou no sistema de ensino.

O professor do futuro é aquele que já cá está, é o professor de hoje. Somos hoje os professores do futuro. Porque sempre assim o foi. Cada professor, no seu tempo, no seu percurso, na sua vida, foi sempre o professor do futuro. Mas nem sempre excelente, isso sim. E aquilo que não podemos, em educação, e porque lidamos com capital humano, é sermos ‘assim-assim’, professores ‘mais ou menos’ competentes, ‘mais ou menos’ bons.

Em educação só serve ser excelente. E ser excelente é tornar-se excelente.
A história dá-nos grandes exemplos de professores de exceção cujas histórias de vida vão sendo contadas ao longo do livro. E estes professores do futuro são aqueles que pela sua prática e conduta mobilizaram e cativaram alunos para o conhecimento.

“De comum em todos eles está sempre um modelo de referência, em que o saber estar, as preocupações cívicas e, no fundo, o exercício do conceito de cidadania naquilo que ele tem de mais puro, foram o expoente máximo.” Uma das teorias de educação que refere quatro estádios que caracterizam os professores é apresentada neste livro. Esta teoria, de Ryan Kevin, dividiu em quatro as categorias de professores: o professor ingénuo, o professor burocrata, o professor competente e o professor de excelência.

O professor ingénuo, aquele em que ser simpático, popular, ‘amigo’ dos estudantes, é o seu objetivo. O seu único propósito é agradar, e não estabelece objetivos, padrões ou metas a atingir.
O professor burocrata, unicamente preocupado em manter o seu emprego, cumpre com todos os regulamentos, programa, horários, sem foco no aluno. Aliás, estes dois tipos de professores têm o foco em si mesmos.

O professor competente, procura as melhores técnicas para cativar os alunos para o estudo e nunca desiste, tentando sempre manter-se atualizado.
Finalmente, o professor de excelência, aquele que marca a vida de gerações de estudantes e que, por isso mesmo, terá destes o seu tributo. As suas práticas de ensino são fortemente planeadas, os objetivos traçados e avaliados, a cada momento, com o necessário rigor. É este professor excelente que leva os seus alunos a olhar por uma janela de uma forma sábia. Para lá das grades, a caminho das estrelas.

Porque a realidade por pior que seja, pode ser sempre encarada e alterada, tal como nos diz o Professor Jorge Rio Cardoso. Um excelente livro, do qual expus as suas primeiras páginas. E que remete para um professor que, acima de tudo, é aprendiz.
O professor que se torna o professor do futuro. Todos os dias. Porque o futuro afinal é já ali.
Não poderia deixar de terminar citando o Professor Jorge Braga de Macedo: “Um bom professor caracteriza-se pela sua generosidade perante o fenómeno da Educação. Esta generosidade diz respeito ao saber, ao conhecimento que tem, mas também ao que não tem e que pretende alcançar e partilhar com todos.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.