Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Criar consciência estratégica

Como resolver um conflito de comércio eletrónico

Voz às Escolas

2016-05-25 às 06h00

Manuel Vitorino Manuel Vitorino

Na sequência da criação do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar e da realização da Oficina de Formação sobre «Planeamento de Ação Estratégica de Promoção da Qualidade das Aprendizagens» que está atualmente a decorrer, o Centro de Formação Contínua de Viana do Castelo, sediado no Agrupamento de Escolas de Monserrate, promoveu três acções de formação de curta duração, dirigidas aos membros das direções e dos órgãos de gestão intermédia dos Agrupamento de Escolas do Alto Minho.

Estas sessões procuram dar a conhecer as boas práticas já existentes noutras escolas, sobretudo a partir da implementação de dispositivos pedagógicos e organizacionais inovadores, como a “Turma Mais” e o “Projeto Fénix”.
No dia 10 de maio, o auditório Carolino Ramos da Escola Secundária de Monserrate acolheu cerca de uma centena de docentes, de todos os níveis de ensino, para conhecerem um inovador projeto de promoção da qualidade das aprendizagens e de combate ao insucesso escolar - o projeto «Turma Mais» -, que se carateriza por utilizar pedagogias diferenciadas e formas diversificadas de organização do grupo turma, permitindo um trabalho colaborativo através de parcerias pedagógicas.

A coordenadora nacional do projeto «Turma Mais», a Doutora Teodolinda Magro, durante cerca de três horas, explicou - de forma clara, assertiva e com a paixão de quem conhece, vive e acredita naquilo de que fala - os pressupostos do projeto, a sua forma de implementação e os resultados que se têm colhido nas escolas que já o adotaram.

No dia 13 de maio, decorreu a sessão sobre «Plano de acção estratégica: matriz», dinamizada pelo Dr. Jorge Caldeira, formador do Instituto Nacional de Administração (INA) e docente universitário. Esta ação - a que assistiram mais de cem participantes, vindos de diferentes Agrupamentos de Escolas, de várias áreas geográficas da região do Alto Minho (desde Melgaço a Barcelos) - enfatizou as vantagens de uma matriz estratégica, a urgência de priorização de fragilidades, a necessidade de definição de indicadores claros e adequados mas também quantificáveis e exequíveis.

No dia 17 de maio, realizou-se a sessão sobre o “Projeto Fénix”, tendo como formadora a Doutora Luísa Tavares Moreira, que de forma entusiasta e assertiva deu a conhecer este modelo organizacional, cuja estrutura permite constituir grupos de trabalho diferenciados, a turma-mãe e grupos de pequena dimensão (ninhos), de acordo com princípios de flexibilização e homogeneidade relativa, nas quais são incluídos os alunos com maiores dificuldades ao nível da aprendizagem.

A grande adesão a estas iniciativas traduz um elevado empenho e a motivação que os docentes dos vários Agrupamentos da região sentem para melhorarem as suas práticas pedagógicas e darem resposta aos múltiplos desafios que diariamente têm de enfrentar, nomeadamente, no trabalho mais personalizado e ajustado às necessidades concretas de cada aluno.

Este imperativo decorre da Ação Estratégica orientada para a Promoção da Qualidade das Aprendizagens e que no essencial pretende alcançar dois grandes objetivos:

i) melhoria das aprendizagens dos alunos,
ii) a diminuição do abandono e insucesso escolar.

Neste processo, mais do que a estratégia delineada, que pode recorrer a um dos modelos aqui referidos, importa criar a consciência estratégica nas nossas escolas, nos professores mas também na restante comunidade educativa, pois só dessa forma é possível criar as sinergias para cumprir aquele que tem de ser um desígnio nacional: melhorar os indicadores da educação dos portugueses para alavancar o desenvolvimento do país.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho