Correio do Minho

Braga, sábado

- +

Democracia e Bibliotecas: Agenda 25.04

Bernardo Reis: um nome para a história de Braga

Democracia e Bibliotecas: Agenda 25.04

Voz às Bibliotecas

2024-02-29 às 06h00

Carla Araújo Carla Araújo

O ano 2024 assinala um marco histórico em Portugal, pois celebra-se a passagem dos 50 anos da Revolução dos Cravos, o 25 de Abril de 1974. As comemorações deste evento icónico são mais do que uma simples celebração, são uma oportunidade para refletir sobre o significado da democracia, da liberdade e do desenvolvimento alcançado ao longo das últimas cinco décadas. Historicamente, as comemorações do 25 de Abril representam sempre um momento de regozijo nacional, onde se pretende homenagear aqueles que lutaram pela liberdade e pela democracia. É uma ocasião para reconhecer o papel crucial de todos os cidadãos que contribuíram para a construção de um Portugal livre e democrático. As celebrações deste ano são especialmente significativas, pois assinalam a passagem dos 50 anos deste importante momento de demonstração da resiliência e da determinação do povo português em manter viva a chama da democracia e da liberdade. Ora, é precisamente ancorada na palavra “democracia” que pretendo trazer a “Voz das Bibliotecas” para esta crónica. Alguns já me ouvirem dizer, e é uma frase a que recorro múltiplas vezes, “as Bibliotecas são o espaço mais democrático de qualquer comunidade”. Conforme se lê no Manifesto da IFLA-UNESCO para as Bibliotecas Públicas: “A liberdade, a prosperidade e o desenvolvimento da sociedade e dos indivíduos são valores humanos fundamentais. Só serão atingidos quando os cidadãos estiverem na posse da informação que lhes permita exercer os seus direitos democráticos e desempenharem um papel ativo na sociedade. A participação construtiva e o desenvolvimento da democracia dependem tanto de uma educação satisfatória, como de um acesso livre e ilimitado ao conhecimento, ao pensamento, à cultura e à informação”. É neste pressuposto que a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas se associa às celebrações dos 50 anos do 25 de abril de 1974, convidando as bibliotecas a registarem na agenda colaborativa “Agenda 25.04”, desenvolvida pela Comissão Comemorativa e disponível aos organismos estatais, aos municípios e às mais variadas organizações da sociedade, a divulgarem, para consulta pública, as iniciativas que estão a desenvolver neste âmbito. Reconhecendo-se o estatuto de lugar democrático de que as bibliotecas públicas beneficiam, muitas encontram-se a programar e a realizar atividades e eventos gratuitos, para todos os tipos de públicos, que devem ser registados e, assim, divulgados a nível nacional. Os eventos comemorativos que visam recordar a Revolução do Cravos incluem uma série de atividades culturais, exposições, conferências, concertos e cerimónias, que, pela associação dos diversos agentes culturais do país, se assumirão como um verdadeiro ano de festa e de evocação. Vila Nova de Famalicão já registou uma iniciativa que decorre, precisamente, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, a exposição “De Famalicão para o Mundo: o 25 de Abril de 1974 – Significado de uma data histórica em Vila Nova de Famalicão”, que estará patente no átrio de exposições de 20 de fevereiro a 27 de maio de 2024. Fica o desafio para que mais Bibliotecas se associem a esta festa nacional, através do registo das suas atividades na Agenda 25.04.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Bibliotecas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho