Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Do ensino presencial ao ensino a distância

Histórias de vida quem não as tem...

Do ensino presencial ao ensino a distância

Voz às Escolas

2021-02-18 às 06h00

Ana Maria Silva Ana Maria Silva

No espaço de onze meses, o ofício de ser aluno e o de ser professor conheceram mudanças de tal forma consideráveis que, quase poderíamos afirmar, a sala de aula, tal como a conhecemos nos últimos cem anos, está finalmente a alterar-se.
No 2º período deste ano letivo de 2020-2021, as escolas voltaram a ter de ensinar a distância e a garantir que os alunos realizam aprendizagens digitalmente significativas, em que o uso das tecnologias permite inovar pedagogicamente. Queremos acreditar que a tecnologia está ao serviço do processo de ensino, aprendizagem e avaliação, não se constituindo como um mero veículo de ligação remota entre alunos e professores.
Mais uma vez, o ensino presencial foi substituído por um sistema de trabalho remoto. Desde março, que alunos e professores melhoraram as suas competências digitais. Os professores adaptaram os conteúdos, ajustaram os recursos a esta desafiante forma de ensinar, fizeram formação e partilharam experiências em modalidades de trabalho colaborativo.
A experiência do ano letivo anterior fez-nos repensar o Plano de E@D da ESMS e desencadear mecanismos para responder às necessidades dos alunos das diferentes ofertas formativas. Os grupos disciplinares trabalharam para adequar as planificações e as metodologias de ensino ao E@D. As estratégias de avaliação também foram alvo de reflexão e de adaptação. Agora, cabe às diferentes equipas educativas a tarefa de (re)pensar o processo de ensino e aprendizagem, e trabalhar de forma interdisciplinar, para que os alunos desenvolvam as competências necessárias ao prosseguimento de estudos ou ao ingresso no mercado de trabalho. Não podemos falhar com o compromisso que assumimos com os nossos alunos e com os encarregados de educação que nos confiaram a formação dos seus educandos.
A escola também se preparou e reorganizou para receber aqueles alunos para quem o E@D não garante o acesso à aprendizagem. Continuamos a ter alunos com falta de meios tecnológicos e falta de conetividade. Apesar do trabalho conjunto da escola, dos professores dos conselhos de turma, dos seus familiares e da associação de pais e encarregados de educação, diariamente temos conhecimento que mais um aluno está com dificuldades de acesso às aulas.
A estas dificuldades acresce a falta de autonomia, disciplina e mesmo responsabilidade que alguns alunos revelam. Para estes a resposta tem de ser diferenciada. Enquanto escola não podemos ficar indiferentes e procuramos trabalhar para responder positivamente às necessidades que nos vão sendo comunicadas. Pensamos que, desta forma, estamos a combater a “indiferença à diferença” e a construir uma escola justa que dá a cada um segundo as suas necessidades, mesmo em tempo de pandemia.
O esforço que colocamos no regresso ao ensino presencial, em maio de 2020, e depois em setembro, permitiu a toda a comunidade Martins Sarmento preparar-se para este novo normal em que o presencial e o não presencial poderão ter de conviver por mais algum tempo. A Biblioteca/Centro de Recursos também se preparou para responder atempadamente às solicitações de alunos e professores. A distância ou presencialmente, estamos preparados para receber aqueles que precisam da escola para prosseguir com a sua formação.
Tudo está a mudar. A escola não é exceção. A questão não é a mudança, mas a forma como nos preparamos para a enfrentar ou para a aproveitar. A Martins Sarmento soube pôr em prática o que costuma dizer aos seus alunos: temos de aprender continuadamente. O saber é a única competência que nos impede de ficarmos prisioneiros de situações que, por serem novas, não saberíamos como enfrentar.
O conhecimento é única liberdade que ninguém nos pode tirar. A competência organizacional da Martins Sarmento faz com que todos aprendam e repartam entre si o conhecimento adquirido. E, assim, ficamos mais fortes!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Escolas

28 Junho 2021

Renascer

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho