Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Doenças oncológicas aumentam 3% ao ano

Por mais cultura do treino e treino baseado na ciência

Ideias

2017-09-22 às 06h00

Paulo Monteiro

Foi ontem conhecido o relatório do Programa Nacional para as Doenças Oncológicas 2017 e o primeiro dado a retirar é o facto da incidência das doenças oncológicas estar a registar um aumento de cerca de 3% ao ano sendo, neste momento, a segunda causa de morte depois das doenças cérebro-cardiovasculares.

Neste relatório há dois ou três aspectos que dizem respeito à região norte, com a mortalidade por cancro de estômago a ter valores mais altos nesta zona do que no resto do país, e tudo devido a hábitos alimentares. O Alto Minho também é referenciado por ter uma taxa de mortalidade acima da média no que diz respeito ao cancro do pulmão, e que tem a ver com o número elevado de fumadores nesta região.

Mas o relatório também dá boas notícias no que ao rastreio diz respeito. No último ano o Norte atingiu cobertura geográfica de 100%, no programa de rastreio do cancro do colo do útero e estes rastreios acabaram por atingir números superiores às médias europeias.
Também boas notícias o facto da taxa de sobrevida do cancro do colo do útero ser de 64,5% (a cinco anos) e a do cancro da mama a 87,9% (também a cinco anos) e percentualmente acima da média europeia.

Temos consciência de que se trabalha cada vez mais e melhor mas é preciso muito mais...
Sabemos que os casos de cancros vão chegar, no futuro, a números assustadores mas... a cura também vai ser muito maior.
Por isso, nada melhor do que prevenir. Os rastreios são fundamentais para evitarmos surpresas desagradáveis no futuro e sem solução!
Prevenir é o melhor remédio.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.