Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Dores de costas: como prevenir?

Igreja do Bom Jesus faz hoje anos

Dores de costas: como prevenir?

Voz à Saúde

2019-06-01 às 06h00

Cristina Miranda Cruz Cristina Miranda Cruz

É provável que conheça alguém com dores de costas. Pode até já o ter experienciado na primeira pessoa, ou pode nunca o ter sentido, mas tem curiosidade em saber o que fazer para prevenir. Este artigo vai responder-lhe a essa e outras questões.

O que causa a dor de costas?
As causas podem ser múltiplas. Na maioria dos casos, trata-se de uma dor de costas não específica, o que significa que não existe uma doença ou uma anomalia específica a causar a dor. A dor é frequentemente atribuída a alterações degenerativas ao nível dos discos vertebrais ou das vértebras, no entanto, este tipo de alterações são comuns também em pessoas que não têm dor. Alterações musculares, tendinosas, ligamentares ou de outras origens são igualmente frequentes.

Como prevenir?
- Exercício físico: a forma mais importante de prevenção é o exercício. A ideia de que “se me mover, a dor piora” é um mito e deve ser esclarecido. Pelo contrário, deve manter-se ativo e fazer exercício regularmente. Podem ser combinadas modalidades de exercício aeróbio com exercícios específicos para fortalecer os músculos do tronco. Destes, os músculos abdominais e os músculos extensores da coluna são particularmente importantes.
- Ergonomia: é importante aprender a manter a postura adequada nas diferentes tarefas do dia-a-dia. A título de exemplo, deve levantar cargas com os joelhos fletidos e com os músculos abdominais contraídos; os objetos devem ser transportados próximos do corpo; se precisar de se manter em pé ou sentado por períodos prolongados, deve procurar alternar posições de forma regular e fazer pausas breves, mas frequentes, para caminhar um pouco; deve usar uma cadeira com um suporte adequado para as costas e com os pés bem apoiados no chão.
- Relaxar: está provado que diversos fatores psicológicos, como depressão, stress, ansiedade ou tensão contribuem para as dores de costas. Resolver estes fatores diminui a probabilidade de sintomas.
- Colchão: é comum as pessoas associarem a consistência do colchão às suas dores de costas. No entanto, o benefício de colchões mais duros ou mais macios nunca foi provado. Num estudo, colchões de firmeza intermédia foram superiores a colchões de firmeza elevada no tratamento de lombalgia crónica.
- Cintas e coletes: frequentemente utilizados, são mais um mito na prevenção das dores de costas. Está provado que cintas e coletes não são úteis para prevenir dores de costas. Excecionalmente, poderão ser prescritos pelo seu médico para o tratamento de certas causas específicas de dor de costas (ex. fratura óssea). Regra geral, não estão recomendados e não servem como forma de prevenção.

Quando procurar o médico?
Ainda que a maioria das situações seja auto-resolutiva com medidas simples, há momentos em que deve procurar ajuda. É indispensável procurar observação médica sempre que surja:
- dor de novas características acima dos 70 anos;
- dor resultante de queda ou embate, especialmente acima dos 50 anos;
- dor constante e persistente durante a noite e com o repouso ou que se prolongue por mais de 4 semanas;
- dor acompanhada de febre ou perda de peso inexplicável;
- história prévia de cancro, imunodepressão, osteoporose, uso prolongado de corticoesteróides ou menopausa precoce;
- dor que irradia para os membros, se acompanhada de fraqueza muscular, problemas na bexiga, intestino ou função sexual (deve ser procurada ajuda médica urgente).

Se ficou com curiosidade, lembre-se, o seu médico é a melhor fonte para esclarecer todas as suas dúvidas e preocupações.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz à Saúde

22 Outubro 2019

Faça frente à Gripe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.