Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Doutor, há vacina para a Pneumonia?

COVID-19, Meio Ambiente, Dia Mundial de Tudo

Voz à Saúde

2015-11-10 às 06h00

Joana Barbosa Joana Barbosa

A pneumonia é uma infeção respiratória grave que se caracteriza por febre, tosse com expetoração, dores no tórax, calafrios e falta de ar. É responsável por elevadas taxas de internamentos e mortalidade.

Nos adultos, as causas mais frequentes desta patologia são as bactérias, mas também os fungos e os vírus podem provocar pneumonia. Esta infeção pode ser transmitida pela inalação de gotículas contendo microrganismos, quando em contacto com a pessoa que tem a infeção, e pela aspiração de microrganismos que habitualmente existem na nossa cavidade bocal e que, em determinadas situações, se tornam agressivos. Relativamente às causas que predispõem à pneumonia, destaco o alcoolismo e o tabaco.

Atualmente, existem duas vacinas com o objetivo de prevenir a pneumonia. Estas estão indicadas em todas as crianças, em adultos com mais de 65 anos e para os grupos de pessoas que têm risco acrescido de pneumonia. Desse grupo, constam adultos com doenças crónicas do coração, pulmão, fígado e rim, diabetes mellitus, Síndrome de Down, imunodeprimidos, entre outras patologias. Deverá informar-se junto do seu Médico de Família, de modo a ser esclarecido sobre a necessidade de tomar a vacina.

As duas vacinas deverão ser administradas segundo um esquema de vacinação protocolado, que será explicado pelo seu médico. As vacinas contra a pneumonia podem ser administradas simultaneamente com outras vacinas.
Os doentes que não pertencem aos grupos de risco, mas que pretendem fazer a vacinação, poderão solicitar a sua prescrição médica e assim obter a comparticipação do SNS.

A vacina contra a pneumonia está contraindicada em pessoas que já tiveram reações adversas prévias à vacina antipneumocócica, assim como em pessoas com alergias a determinadas substâncias nela contida, como o fenol. Esta não deverá ser administrada quando a pessoa apresenta febre, uma infeção ativa ou nas agudizações de doenças crónicas.

Com a vacinação, pretende-se reduzir o número de pessoas que desenvolvem pneumonia, assim como a morbilidade e a mortalidade causadas por esta, prevenindo as complicações e as sequelas da doença e o seu impacto social.
Se tiver qualquer dúvida, não hesite em contactar o seu Médico de Família. Cuide de si, cuide da sua saúde!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz à Saúde

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho