Correio do Minho

Braga, sábado

É bom conduzir em Braga

Mobilidade Sustentável

Ideias

2017-02-23 às 06h00

Paulo Monteiro

Os condutores na cidade de Braga podem esperar passar em média 17 minutos por dia no trânsito (57 horas por ano), segundo o Índice de Tráfego Global Anual 2017 divulgado ontem pela TomTom e que analisou o congestionamento em 390 cidades de 48 países, incluindo Porto, Lisboa, Braga, Coimbra e Funchal.

De todas estas cidades portuguesas aquela onde se perde menos tempo é Braga. Mas já não é de agora uma vez que as acessibilidades na ‘Cidade dos Arcebispos’ e a fluidez com que aqui se anda de carro são elogios feitos lá fora (e cá dentro, por quem nos visita).

Segundo o estudo, o congestionamento de trânsito na ‘Bracara Augusta’ ronda os 17%, a mesma percentagem que em Coimbra mas bem melhor do que no Funchal (19%), Porto (27%) ou Lisboa (36%). Em todas estas cidades o período de maior congestionamento é o final do dia, sendo a terça e a sexta-feira, dois dos dias de mais trânsito.

Mas... para que o dia se inicie a sorrir sinta a sorte que é só perder 17 minutos por dia no trânsito na cidade de Braga, comparado com, por exemplo, a Cidade do México, que foi considerada a cidade com mais trânsito, com um nível de congestionamento de 66% (que pode chegar aos 101% na hora de ponta do final do dia)... Isto significa que ao passar menos tempo no trânsito, mais tempo lhe sobra para fazer as coisas que mais gosta...

Uma sugestão? Andar mais de bicicleta, a cidade também ajuda por ser plana, faz bem à saúde e dá-nos mais qualidade de vida. E, das duas formas o certo é que... é bom conduzir em Braga!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.