Correio do Minho

Braga,

- +

E se pudessem aproveitar uma bela manhã ou tarde de sol para ler fora de casa?

Como ativar territórios e criar novos destinos

E se pudessem aproveitar uma bela manhã ou tarde de sol para ler fora de casa?

Voz às Bibliotecas

2021-05-13 às 06h00

Aida Alves Aida Alves

Ese pudesse levar um jornal, revista ou livro, em formato papel ou digital, para ler num local público? Costuma fazê-lo, ou nem por isso? Pode ser num jardim público perto do local onde vive ou trabalha, na varanda da sua casa, na praia, numa esplanada ou em qualquer outro local, desde que fora das quatro paredes. Luz natural e leitura. Que bom é associarmos a produção moderada de melanina (principal proteína responsável por colorir a pele e pelos dos seres humanos) à leitura. Juntar a leitura lúdica ao espaço verde e iluminado pelo sol, são atividades que ajudam a balancear o seu humor, bem-estar, a sua boa disposição e felicidade. Todos sabemos que a leitura é um hábito saudável que nos possibilita adquirir conhecimento e a abrir a nossa mente. Permite-nos desfrutar e viajar para locais e tempos diferentes sem a necessidade de nos movermos fisicamente.
E porque não instalar uma biblioteca em plena rua? Jardins, praças ou alamedas da cidade, podem acolher cantos de leitura e de relaxamento, como já assistimos nalguns países europeus, tais como a Alemanha (Bonn) ou na Bulgária (Varna). Em Braga, temos o “Refúgio” no Parque de Guadalupe, um excelente local para ler em silêncio. Proporcionar designs inspirados na natureza e nas suas formas orgânicas, com recurso muitas vezes à madeira, para assim proporcionar a instalação protegida de prateleiras para armazenar e partilhar livros. Embelezar a cidade com alguma arte utilitária. Sem rececionistas, chaves ou cadeados, disponibilizarmos centenas de livros para estarem constantemente disponíveis à comunidade. Gosta da ideia? A iniciativa incentiva e populariza a leitura. Naturalmente que falamos neste cenário dentro da nossa habitual “normalidade” do estado de saúde pública. As pessoas gostam de espaços públicos convidativos para se sentarem a ler. Para além dos já tradicionais bancos de jardim por debaixo das árvores, poderiam ser criados espaços inovadores com arte urbana funcional e utilitária, com recurso a energias sustentáveis, nos quais também possam existir pequenos palcos para a performance de outras artes, como música ou teatro. A criação de arte urbana utilitária associada à leitura é uma ação muito necessária nos espaços públicos das cidades ou vilas. Uma boa estratégia para fidelizar as pessoas, criar dinâmicas culturais e uma identidade. Aumentar leitores, mesmo que ocasionais.
Posto isto, deixamos alguns dos benefícios de uma boa leitura ao ar livre: 1) Diminui o stress - estar ao ar livre já é, só por si, uma atividade que reduz os níveis de stress. Ler apenas seis minutos todos os dias, segundo um estudo da Universidade Sussex, reduz o stress em até 68%. 2) Melhora a capacidade de concentração - as atividades ao ar livre costumam ser excelentes para melhorar o foco e a concentração, portanto, podem aproveitar este tempo para qualquer atividade e obterão resultados. 3) Recupera a energia mental – o número de portugueses com burnout (síndrome de esgotamento profissional) ou outras questões mentais que resultam da falta de energia aumentou. Em alguns casos simples, atividades como a leitura pode não ter os benefícios esperados, mas, em outros, pode ser um apoio significativo. 4) Protege a visão - atualmente encontrarmos mais pessoas – especialmente crianças – no computador ou televisão durante horas, longe do ar livre. Estes produtos tecnológicos têm um efeito negativo na nossa visão. Estar num ambiente oxigenado, verde, relaxa o organismo, provoca efeitos positivos em qualquer pessoa. 5) Aumenta os níveis criativos - estar em contacto com a natureza pode deixar fluir o seu pensamento e desbloquear ideias inesperadas.
Assim, recomendamos que peguem num livro, revista ou jornal, descubram um espaço ao ar livre aprazível, com o qual se identifiquem, e relaxem em finais de tarde na primavera e verão, à semana, ou aos fins de semana no horário que vos for mais conveniente. Ler dá mais saúde.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho