Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Escutismo um Caminho para a Paz

Chegou uma banda desenhada de sucesso...

Escutismo um Caminho para a Paz

Escreve quem sabe

2019-04-05 às 06h00

Carlos Alberto Pereira Carlos Alberto Pereira

Como Deus deve rir-se perante as pequenas diferenças que nós, homens, erguemos entre nós sob a camuflagem da religião, da política, de patriotismo ou de classe, esquecendo-nos do maior de todos os laços – o da Irmandade da Família Humana.
Baden-Powell, revista Jamboree, outubro, 1921

Esta afirmação surge numa reorientação que o fundador do escutismo se tinha proposto desenvolver resultante dos horrores da primeira guerra mundial, que em bom rigor ele apresenta no discurso de encerramento do primeiro Jamboree mundial realizado em 1920, no Olympia, em Londres, quando disse: «Irmãos Escutas, peço-vos que façais uma escolha solene. Existem diferenças de pensar e de agir entre os povos do mundo, tal como existem diferenças físicas e de línguas. A guerra ensinou-nos que, se uma nação tentar impor a sua vontade particular às outras nações, uma cruel reação seguir-se-á inevitavelmente.
O Jamboree ensinou-nos que, se exercitarmos a tolerância mútua e o hábito de fazermos concessões recíprocas, então haverá compreensão e harmonia. Se for essa a vossa vontade, partamos daqui totalmente decididos a fomentar essa camaradagem entre nós e os nossos rapazes, através do espírito mundialmente espalhado da Fraternidade Escutista, para que possamos ajudar a desenvolver a paz e a felicidade no mundo e a boa vontade entre os homens.
Irmãos Escutas, respondei-me. Unir-vos-ei a mim neste propósito.» e, como resposta, os oito mil participantes responderam com um estrondoso “sim”.
O fundador tinha consciência da importância da educação, por isso recorria várias vezes ao filósofo grego «O velho Sócrates dizia a verdade ao afirmar: “homem algum pode ter propósito mais nobre do que aquele que se preocupa com a educação correta não só dos seus, mas também dos filhos dos outros homens”», Scouting for Boys, prefácio (1940), para poder concluir, como no discurso de abertura da Conferência Internacional de Kandersteg, na Suíça, citado na revista Jamboree, de outubro, de 1926: «A paz não pode ser garantida unicamente por interesses comerciais, alianças militares, desarmamento geral ou tratados recíprocos, a menos que o espírito de paz esteja presente na mente e na vontade de todos os povos. Isto é uma questão de educação».
Baden-Powell, um militar de carreira agora dedicado ao escutismo, tinha abraçado um projeto de paz que desenvolveu através da educação escutista criando a Fraternidade Mundial do Escutismo. É certo que o Movimento, apesar de ser o maior movimento de juventude do mundo, não deixa de ser pequeno para se opor à existência de conflitos bélicos, como foram as duas guerras mundiais e todas as outras guerras regionais, que proliferam nos séculos XX e XXI. Mesmo no ano em que começou a II grande guerra (1.set.1939) o fundador, já no Quénia, para onde se retirara aos 80 anos de idade por lhe faltarem as forças, deixava mais um apelo no seu livro “Impele a tua Própria Canoa” «Tenta sempre perceber o ponto de vista do outro antes de discutires ou brigares com ele, e verás que noventa e nove vezes em cada cem acabas por te entender com ele», página 61, e em abril de 1940, aos 83 anos de idade, no último ano de vida, deixa-nos uma mensagem de esperança num artigo publicado em “The Scouter”: «A maior parte dos que temos andado a lançar a semente não estaremos aqui, tendo em conta a natureza das coisas, para assistir à colheita; mas bem nos podemos sentir agradecidos, e em boa vontade rejubilantes, por a nossa seara já se encontrar tão adiantada...».

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

25 Fevereiro 2020

Acordo UE-UK. O fator Boris

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.