Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Este Natal a união faz a força

O plano que permitirá um Portugal mais resiliente

Escreve quem sabe

2014-12-19 às 06h00

Rui Marques Rui Marques

A operação Braga é Natal está em marcha e, este ano, fica, indelevelmente, marcada pela ação TUB Natal. Os Transportes Urbanos de Braga, cumprindo a sua missão de transportar passageiros ao nível concelhio, leva a cabo a maior ação promocional do centro urbano de Braga de que há memória nos últimos anos, tal é a magnitude da logística e a quantidade de recursos afetos a esta ação, em tão curto espaço de tempo.
Em dois fins-de-semana de Dezembro e durante os três dias que antecedem o dia de Natal (7 dias, ao todo), a TUB disponibiliza um serviço de interligação de três pontos estratégicos da periferia com o centro da cidade, que mobilizará 84 autocarros, 91 motoristas e que garantirá a realização de 3.813 viagens. E, tudo isto, de forma complementar à oferta regular desta empresa municipal, o que valoriza, ainda mais, o esforço de otimização de recursos que a Administração da TUB foi capaz de operar para montar esta ação.
O comércio faz-se com pessoas e, através desta ação, a TUB assume o desafio de trazer milhares de pessoas aos estabelecimentos comerciais do centro de Braga, ao mesmo tempo que cumpre também uma política ambientalmente responsável de retirar automóveis do centro urbano, de modo a melhorar a circulação e, consequentemente, a qualidade de vida.
Por outro lado, permite à cidade apresentar uma alternativa válida para aqueles (e são muitos) que se queixam do custo de estacionamento no centro da cidade, que assim poderão deixar as suas viaturas em casa, ou nas imediações dos três interfaces que terão as ligações diretas ao centro.
O serviço da TUB tem um custo simbólico de um euro e os utentes não têm de se preocupar nem com estacionamento, nem sequer com os horários deste serviço, porque a TUB garante que o tempo médio de espera será inferior a 5 minutos. Não fosse esta proposta já de si bastante atrativa, com o apoio da Associação Comercial de Braga (ACB), foi, ainda, possível, associar a estes bilhetes um conjunto de vantagens e descontos numa rede de três dezenas de lojas, que permitem aos seus detentores alcançarem poupanças que podem ascender a dezenas de euros.
Saliento também, ainda no âmbito da mobilidade, a parceria que foi estabelecida pela ACB com a CP - Comboios de Portugal relativa à linha de comboios urbanos Porto - Braga, que incentivará a mobilidade interconcelhia com destino a Braga, com um preço promocional para a viagem de ida e volta de 2 euros, todos os fins-de-semana e feriados do mês de dezembro. O título de transporte destas viagens da CP garantirá, igualmente, o acesso aos mesmos descontos que são proporcionados aos utentes dos bilhetes da TUB.
Outras ações vão ser desenvolvidas com o objetivo de afirmar Braga como a capital do comércio e o centro de Braga como a principal praça de transações comerciais do Norte de Portugal.
A ACB lança as ‘Raspadinha de Natal’, uma iniciativa inédita que pretende aproveitar as sinergias proporcionadas pela atuação em rede, incorporando uma estratégia que visa transformar cada venda numa oportunidade para um novo negócio. Assim, em cada compra efetuada numa loja aderente, o consumidor recebe uma raspadinha com um desconto na aquisição de um produto ou serviço numa outra loja aderente, incentivando deste modo um fluxo de consumo dentro desta rede.
Mas porque o Natal também é tempo de solidariedade, a ACB e 70 lojas comerciais associaram-me à Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa para promover, de 13 a 25 de dezembro, uma campanha de arredondamento do valor das compras para um valor superior (o que o cliente quiser), destinando-se o valor em excesso para apoiar o projeto ‘Housing First - A casa primeiro’ - um projeto que visa retirar pessoas sem-abrigo da rua, proporcionando-lhes autonomia e integração comunitária, através da concessão de uma casa.
Destaco, por fim, o programa de animação cultural e comercial promovido pelo Município, em parceria com a ACB, que, no dia 20 de Dezembro, contemplará diversas atuações musicais e outras performances artísticas nas ruas de Braga, ao longo de todo o dia, e que culminará com um momento memorável de confraternização entre os comerciantes e os Bracarenses, com a degustação de uma fatia de um Bolo-rei com 90 metros de comprimento e 500 kg de peso. Procura-se, assim, distinguir os Bracarenses que privilegiam o comércio local.
Estão, pois, reunidas todas as condições para fazer deste o melhor Natal, em termos comerciais, no concelho de Braga. Pelo menos até 2015, porque a cada ano espera-se que seja ainda melhor.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

29 Setembro 2020

Idoso

27 Setembro 2020

“Com certeza que não”

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho