Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Estradas nacionais: uma vergonha

Sem Confiança perde-se a credibilidade

Ideias

2018-08-07 às 06h00

Paulo Monteiro

O tema já não é virgem. Já fizemos reportagens sobre o assunto. Já escrevemos artigos de opinião mas... o tema mantem-se, infelizmente, sempre actual: a falta de limpeza nas estradas nacionais. E o mais grave é que a maior parte das vezes culpam-se terceiros e sem culpa nenhuma. Ou seja; o bode expiatório é muitas vezes a câmara ou a junta de freguesia, mas nenhum dos dois tem responsabilidade na limpeza quando a estrada é nacional e a sua conservação e limpeza é da responsabilidade das Infraestruturas de Portugal.

Só três exemplos das centenas que existem: a estrada para o Bom Jesus, desde a Rodovia... lixo e mato, muitos sinais tapados ou quase tapados... um ‘lindo’ postal ilustrado para quem nos visita; as estradas nacionais EN14, EN204 e EN206, como refere o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, na página 15 da edição de hoje do ‘CM’. E a terceira... a entrada em Portugal, por Valença, pela auto-estrada: tudo limpo do lado galego... depois da ponte, tudo cheio de mato. Outro ‘lindo’ postal ilustrado para quem nos visita.
Mas há mais: basta ver as dezenas de reportagens nas televisões e jornais sobre o assunto... são centenas e centenas de estradas onde não se obedece à lei com o mato e as árvores mesmo nas bermas... onde a distância entre copas não é cumprida.

Aqui, cai que nem uma luva o velho ditado: “Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço.” ou então: “bem prega frei Tomás, fazei o que ele diz e não o que ele faz.” Está tudo dito.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.