Correio do Minho

Braga, sábado

Estudantes utilizam mais os transportes públicos

Plástico - Pequenos passos no caminho certo

Ideias

2018-09-21 às 06h00

Paulo Monteiro

Numa altura em que decorre a Semana da Mobilidade, as notícias quanto aos hábitos de transporte acabam por ser boas, já que estão a mudar: apesar do carro continuar a ser o transporte preferido, há menos pais a levar os filhos à escola de carro e há um aumento na utilização dos transportes públicos.
Estes dados estão num estudo efectuado pelo Observador Cetelem que refere que os carros continuam a ser o veículo de eleição, mencionados por 45% dos inquiridos. No entanto, assiste-se a uma diminuição acentuada em relação aos valores do ano passado, menos 17%, o que parece ser um bom indicador quanto a uma maior vontade dos portugueses em deslocar-se de uma outra forma que não apenas o transporte individual.

Consequência da quebra na utilização do automóvel para as deslocações casa-escola, escola-casa, os transportes públicos são agora mais utilizados, sendo a segunda opção mais utilizada, 32% em 2018 contra 29% em 2017. Também as deslocações a pé registaram aumentos consideráveis (29%), em comparação com os 16% do ano transacto.
Estas acabam por ser boas notícias e bem-vindas na semana da Mobilidade. Um pouco por todo o país, as autarquias têm apostado cada vez mais nos transportes públicos e na mobilidade dos estudantes. Isso mesmo foi mostrado esta semana, em Braga e Barcelos, por exemplo. A ‘Cidade dos Arcebispos’ passou a ter seis novos autocarros eléctricos e inaugurou o ‘School Bus’, que leva as crianças à escola. Em terras barcelenses surgiu o Barcelos Bus.
Boas iniciativas. Boas notícias!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.