Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Eutanásia: quatro frases

A lampreia na Escola, uma aluna especial!

Eutanásia:   quatro frases

Ideias

2020-02-20 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Hoje o Parlamento debate e vota, na generalidade cinco projectos de lei para despenalizar e regular a morte medicamente assistida em Portugal. Aqui deixo quatro frases, quatro opiniões, à boleia da recolha da lusa:
“A eutanásia não consiste em alguém recusar um tratamento, porque já o pode fazer, ou que quer desligar a máquina, porque já o pode fazer, ou que não quer ser sujeito a mais operações, porque já o pode fazer. A eutanásia é pedir para ser morto. É pedir para que lhe seja ministrado algo que mate essa pessoa. (…) É por isso que isto vai muito para além da liberdade.”
Adolfo Mesquita Nunes, ex-dirigente do CDS-PP
TSF, 13-02-2020
“A vida é inviolável e os cuidados paliativos são a única resposta para garantir uma morte digna. Em Portugal estamos a viver mais um momento histórico. Não podemos permitir que alguns deputados queiram decidir por nós, quando não apresentaram o assunto da eutanásia nos seus programas eleitorais”
D. Jorge Ortiga,
Arcebispo de Braga
Homilia, 26-01-2020
“A eutanásia passiva é a paragem de todo o tratamento, o que se faz todos os dias nos hospitais, a eutanásia activa é darmos a palavra ao doente, considerarmos a autonomia e a autodeterminação do indivíduo que está em sofrimento físico e mental, que está a ver degradar toda a sua condição e a lei não permita que peça para terminar com a sua própria vida.”
Jaime Teixeira Mendes, presidente da Associação de Médicos Pelo Direito à Saúde
Lusa, 14-02-2020
“Se eu não pude ser ouvido, por definição, no início da minha vida, em contrapartida gostaria de ter o direito de ser ouvido no fim da minha vida, porque a morte sempre fez parte da vida.”
Júlio Machado Vaz,
médico psiquiatra
Lusa, 16-02-2020

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho