Correio do Minho

Braga, quinta-feira

‘Farinha’

Sem Confiança perde-se a credibilidade

Ideias

2018-08-21 às 06h00

Paulo Monteiro

“Os velhos da faixa ainda contam a história:
Um vizinho idoso cruzava diariamente a fronteira entre a Galiza e Portugal de bicicleta, carregando sempre um saco ao ombro. Cada vez que atravessava a raia, a Guarda Civil mandava-o parar e perguntava-lhe o que levava no saco. O homem, paciente e educado, mostrava sempre o conteúdo: ‘é só carvão’, explicava. E os agentes, ofendidos, deixavam-no passar. No outro lado a cena repetia-se: a Guarda Fiscal portuguesa (conhecidos pelos habitantes como os ‘guardinhas’) também revistava o saco do homem e deixavam-no continuar a pedalar. A mesma cena repetiu-se durante anos perante o mal-estar crescente dos guardas fronteiriços. Não só eram incapazes de encontrar material de contrabando como em cada nova revista sujavam o uniforme de carvão. Como no conto de Põe, em que a Polícia revista minuciosamente uma casa em busca de uma carta que esteve todo o tempo em primeiro plano, o segredo do homem da raia esteve à vista ao longo de todos esses anos.
Era um contrabandista de bicicletas.”
Esta pequena história serve de introdução ao livro ‘Farinha’, do jornalista galego, Nacho Carretero.

Um excelente livro, que esteve proibido até Junho, em Espanha. Um trabalho jornalístico minucioso que revela a história negra do contrabando e do narcotráfico na Galiza.
Aqui fica a sugestão. E mais.... depois de ler o livro veja a série com o mesmo nome, produzida pela Antena 3, e que se encontra também disponível na plataforma Netflix.
Bons momentos para serem passados em férias, com boas leituras e bons filmes!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.