Correio do Minho

Braga,

Fátima, uma vez mais o altar do mundo

Patologia respiratória no idoso

Escreve quem sabe

2013-05-10 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

Ao passarem 96 anos sobre a primeira aparição da Nossa Senhora aos videntes Lúcia, Francisco e Jacinta, a peregrinação internacional deste mês de maio mobilizará milhares e milhares de crentes de todo o mundo na devoção mariana. A Conferência Episcopal Portuguesa, como resposta ao pedido apresentado pelo papa ao cardeal patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, para que este consagrasse o seu pontificado a Nossa Senhora de Fátima, decidiu que esta consagração se fará no próximo simbólico dia 13 de maio e convidou todo o povo de Deus para participar nesta celebração onde o pontificado do papa Francisco será consagrado a Nossa Senhora de Fátima.

Este singular pedido do papa Francisco, vem dar uma dimensão universal, ainda maior à peregrinação de maio, o próprio cardeal patriarca D. José Policarpo revelou que ele mesmo escreverá a oração de consagração do serviço pastoral do papa Francisco a Nossa Senhora de Fátima, que será feita no final da Eucaristia internacional do dia 13.

Com a simplicidade que tem caracterizado o seu ainda curto pontificado, vemos o papa Francisco a colocar nas mãos de Nossa Senhora de Fátima o seu pontificado. Este gesto, não mais do que aqueles que todos os peregrinos fazem ao colocar as suas vidas nas mãos da Virgem, marca uma grande comunhão entre a Fé do papa e a do povo de Deus.

Neste final de semana, muitos escuteiros estarão em Fátima, quer na condição de peregrinos prestando auxílio aos peregrinos quer no âmbito da Proteção Civil quer no interior do recinto, uns e outros fazem-no por amor à Virgem e ao próximo. Esta missão de ajuda é uma operação complexa que exige, de todos os intervenientes, uma grande capacidade de entrega e um profundo sentido de serviço. Este serviço voluntário, que se repete todos os meses com peregrinações, é, também ele, uma manifestação da missão que o Escutismo Católico Português procura incutir no projeto educativo que proporciona aos jovens, na vertente da ação social solidária e espiritual. Que exemplo magnífico dão estes adultos voluntários aos jovens que ajudam a formarem-se como cidadãos solidariamente ativos, mas também que testemunho de vida guiada pela Luz do Evangelho lhes dão, a eles e a todos, que nos dizemos católicos.
Lembrando a Oração do Escuta:

Senhor Jesus, ensinai-me a ser generoso,
A servir-vos como Vós o mereceis.
A dar-me sem medida, a combater sem cuidar das feridas,
A trabalhar sem procurar descanso,
A gastar-me sem esperar outra recompensa,
Senão saber que faço a Vossa vontade santa.
Amén.


Nenhum deles está à espera de agradecimento, mas não podemos deixar de pensar como o mundo seria bem melhor se, todos e cada um de nós, pudéssemos, veja-se quiséssemos, ter atitudes semelhantes de dádiva gratuita, nesta ou noutras áreas do serviço aos outros.
Sabemos que é apenas com o espírito mariano que eles se mobilizam e que dão o melhor de si para que a segurança e o bem-estar dos peregrinos seja mais efetiva, neste mês dedicado a Maria, que é também o mês do 90º aniversário do CNE, estamos convictos que «Nossa Senhora Mãe dos Escutas» acompanha estes obreiros da Paz, valor que a Virgem proclamou nas suas aparições.

Por tudo isto, e por tudo o que vai acontecendo nestes tempos, Fátima, enquanto espaço de Fé, de Esperança e de Caridade volta a ser o Altar do Mundo, contribuindo para que o mundo fique um pouco melhor do que está.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

16 Dezembro 2018

Sinais de pontuação

16 Dezembro 2018

Amigos não são amiguinhos

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.