Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Fechado ‘Retalhos do retalho’

AXX Bracara Augusta

Fechado ‘Retalhos do retalho’

Ideias

2023-03-27 às 06h00

Álvaro Moreira da Silva Álvaro Moreira da Silva

Um dia, abri a porta e entrei numa casa vazia: este livro. Aos poucos, por necessidade interior, comecei a mobilá-la com palavras, com adereços sintáticos, com as ideias principais que me ocupavam - e continuam a ocupar - a mente, mais especificamente aquelas que vivem em função da minha profissão e dos meus singulares sentidos.
A porta, lugar e objeto de passagem, estava aberta. Cumprida a missão que me trouxe aqui, é tempo de fechá-la, talvez para dar lugar, quem sabe, a novas viagens à volta do meu quarto. Uma viagem interior à volta de conceitos técnicos supõe o conhecimento do seu significado e, mais do que isso, do seu uso na vida quotidiana.
O varejo, na terminologia brasileira, ou o retalho, na terminologia portuguesa, consiste num sistema complexo, multifuncional, em cujas partes navegam miríades de componentes, e das quais decorrem múltiplas possibilidades, acontecimentos ou, até, reflexões. Definido e esclarecido o tema, aberta a porta, expuseram-se as ideias e projetou-se com elas a luz possível. No mundo vertiginoso em que vivemos, com avanços científicos diários e guerras a modificar o mundo, fixar como imutável toda a complexidade reta- lhística seria, além de estulto, um verdadeiro suicídio.
Vemos como, em resultado de inaceitáveis complacências, bancos e empresas de altíssimo gabarito, aparentemente inexpugnáveis, ruem como frágeis castelos de cartas. Não compreender a fragilidade e a efemeridade da construção científica, não atualizar diariamente os sistemas de produção e de comercialização, não refletir sistematicamente sobre os pequenos eventos suscetíveis de implicarem mudanças comportamentais, na produção, na venda e na compra, conduz quase inevitavelmente ao fracasso. A minha vivência profissional, o contacto com grandes e pequenos factos, com queixumes recorrentes, com situações facilmente sanáveis, conduzir- am-me às reflexões que são os móveis deste despretensioso livro.
É hora de fechar a porta. Que o leitor saiba abrir o livro ‘Retalhos do retalho’ e apreciá-lo é o meu desejo.

* com JMS

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

28 Maio 2024

As europeias

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho