Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +

Fusão das TIC com as artes para a competitividade e inovação das PMER

O Censo Escutista Anual

Fusão das TIC com as artes para a competitividade e inovação das PMER

Ideias

2020-11-04 às 06h00

Manuel Barros Manuel Barros

Os desafios e as angústias provocadas pela grave crise decorrente da grave pandemia, apontam a criatividade como um dos meios mais promissores de superação das incertezas e a falta de respostas para os novos problemas com que estamos confrontados, vou dedicar este espaço de opinião ao evento “ICT Meets the ARTS”, realizado recentemente no Porto e em Vila Verde. Uma iniciativa da A Porto Design Factory | PGH do Instituto Politécnico do Porto, no âmbito do Projeto RegionArts, com o apoio do Município de Vila Verde e em colaboração com a CCDR-N, a AEP, a ANJE, a Fundação da Juventude, a Direção Regional de Cultura do Norte, Braga Media Arts GNRation e a Atlantic Youth Creative Hubs do Município de Santo Tirso.
Moderado pelo Diretor da Porto Canal, Júlio Magalhães, envolveu um painel de oradores muito diversificado. Num ambiente descontraído em contexto online, no PORTIC - Porto Research, Technology & Innovation Center, que visa num futuro próximo agregar num único espaço vários centros e grupos de investigação das escolas do P.Porto. E, simultaneamente, na Casa do Conhecimento do Município de Vila Verde, uma estrutura com a missão de promover o conhecimento, a criatividade e a inovação, criando condições de igualdade no acesso às tecnologias digitais.
Tal como afirmou Albert Einstein, “em momentos de crise, só a imaginação é mais importante que o conhecimento”. Neste sentido, o ICT Meets the ARTS, centrou o seu propósito na exploração dos contributos multifacetados das tecnologias da comunicação e informação, na competitividade das pequenas e médias empresas através da criatividade artística. Potenciando as múltiplas facetas do contributo da fusão entre as TIC e as artes para a competitividade e inovação das PME, através do desenvolvimento de um conceito inovador, assente num espaço diferenciador de debate, networking, intercâmbio de ideias ao nível regional, nacional e internacional.
O ICT Meets the ARTS foi, neste contexto, uma excelente abordagem das múltiplas facetas do contributo da fusão entre as TIC e as artes para a competitividade e inovação das PME. Foi ainda um excelente contributo de reafirmação do programa “Vila Verde Vila Criativa”, polarizado pela Bienal Internacional de Arte Jovem. Uma dinâmica que deve ser consolidada, como embrião de uma política pública local de promoção da criação artística e da sua fusão com as TIC, no contexto das estratégias locais de desenvolvimento empresarial. Uma programação alicerçada na Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde e insere-se na estratégia de polarização dos eventos culturais do Município em torno da Arte, que pretende assumir-se como alavanca de futuras oportunidades ao nível da economia local, com base na criatividade e na inovação tecnológica.
Um evento organizado no âmbito do plano de ação do projeto RegionArts, apoiado pelo Programa Interreg Europe, que vai ser desenvolvido ao longo de cinco anos em sete regiões europeias, sob a coordenação da Porto Design Factory. Uma iniciativa internacional com o objetivo de criar um ambiente colaborativo sustentável entre artistas e tecnólogos, para promover o aumento de soluções inovadoras na área das TIC, como meio de potenciar a competitividade das PME. Um espaço de reflexão aberto aos artistas, aos empresários, aos empreendedores sociais, aos estudantes e académicos, onde criatividade, talento artístico e tecnologia estão interligados, uma vez que enfrentam desafios semelhantes aos dos artistas, no processo de materialização das suas ideias criativas.
Nesta perspetiva, o RegionArts preconiza uma estratégia de aprendizagem, que abrange dois mundos - TIC e artes – pretende melhorar a implementação dos Fundos Estruturais / outros fundos, através da adaptação e conceção de um modelo de apoio nas regiões europeias parceiras, para a promoção de colaborações entre artistas e empresas de TIC. Contribuindo e influenciando as políticas públicas nacionais e regionais, a coesão social e territorial no âmbito da estratégia Portugal 2030, e a formulação dos instrumentos de política europeia para a próxima década, que vão enquadrar as reformas do mercado de trabalho, e modernizar as práticas de governação empresarial.
Este paradigma de especialização e proximidade inteligente, foi assumido como um referencial para o futuro, enquanto racional estruturante para a definição das apostas e interven- ções de política pública, pelos seus impactos visíveis na competitividade, no crescimento económico e no emprego. Sendo fundamental, que as políticas de inovação sejam formatadas na perspetiva da maximização das interações internas e externas, para facilitar os fluxos de conhecimento e o seu alinhamento com os recursos e ativos distintivos de cada região.
A Porto Design Factory | PGH está a promover a construção de redes de colaboração, matchmaking entre as artes e as PME e de mostra de iniciativas inovadoras, no contexto do projeto europeu RegionArts. Uma estratégia de inovação está na base de todo o plano de acção do projeto, e foi a marca de água das intervenções e do debate deste evento, a par do princípio de especialização inteligente que requer uma abordagem regional.
Padrões de inovação que revelam a importância da proximidade, a afinidade cognitiva e a cultura, a natureza sistémica e na génese do processo criativo, inerente ao lançamento das indústrias criativas, que se fundam nas capacidades locais e nos processos de aprendizagem cumulativa, incorporada no capital humano e na difusão de conhecimento.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

15 Janeiro 2021

Entradas de leão...

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho