Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Guardião de memórias

Uh Uh, os meus óculos de Sol- Novas regras balneares durante a pandemia

Guardião de memórias

Ideias

2019-11-05 às 06h00

Jorge Cruz Jorge Cruz

Numa altura em que o panorama da imprensa em Portugal assume contornos, no mínimo, inquietantes, com gravíssimos riscos para a sua independência, uma visita ao NewsMuseum, em Sintra, pode ajudar-nos a compreender uma boa parte do difícil percurso da Comunicação Social.
Nas instalações do antigo Museu do Brinquedo, Luís Paixão Martins e a sua equipa da associação Acta Diurna, criaram uma estrutura deveras interessante a qual nos possibilita a oportunidade única de tomar contacto muito próximo com a Comunicação Social em geral, confirmando a sua enorme evolução ao longo dos anos, bem assim como o contributo, relevante a todos os títulos, que a mesma facultou à sociedade dos nossos dias.
Um vastíssimo conjunto de actividades interactivas permite aos visitantes experiências ímpares, tanto mais inovadoras e impressionantes quanto menor for a sua relação directa com os diferentes meios de comunicação. Neste particular, serão de salientar as enormes vantagens que resultam para a população estudantil a qual consegue, como aliás, qualquer visitante, não apenas adquirir conhecimentos gerais sobre a Comunicação Social como, ainda, experimentar diversas funções, como gravação de notícias, rádio, vídeo, etc. A título de exemplo, refira-se a possibilidade de os visitantes poderem ensaiar a leitura noticiosa, num “estúdio” radiofónico.
A interactividade constitui, aliás, uma das mais-valias que o museu oferece a quantos ali se deslocam, independentemente de se tratar de uma visita individual ou em grupo, sendo certo, todavia, que percorrer as diferentes salas no âmbito de uma visita guiada torna a experiência muito mais enriquecedora.
Conforme o próprio NewsMuseum refere na sua página virtual, estamos perante “a maior experiência de Media e Comunicação da Europa”, alegação que não é um mero exercício retórico de propaganda, antes corresponde de facto a uma realidade que só localmente pode ser comprovada.
Como profissional do sector posso garantir que vale a pena a deslocação a Sintra, não apenas para quantos se interessam pelas questões da Comunicação Social mas, de um modo geral, para a generalidade da população, em particular para as camadas estudantis.
O NewsMuseum sublinha também, e bem, o seu papel na invocação e explicação da “cobertura mediática de episódios da história recente”, que possibilita aos visitantes, conforme já foi sublinhado, interagirem com a Rádio e a TV. Por outro lado, também “homenageia os jornalistas imortalizados pela sua obra, apresenta os principais protagonistas da indústria, projecta a evolução da reportagem das guerras, contextualiza os combates mediáticos que nos marcaram, recorda as "más notícias" do nosso tempo e desvenda a propaganda e a indústria das Public Relations.”
Por tudo isto e muito mais – quem não se lembra ou, pelo menos, ouviu falar, por exemplo, do famoso debate televisivo entre Mário Soares e Álvaro Cunhal? – recomendo vivamente uma visita. É que para além da imersão no passado mais ou menos recente, aos visitantes é ainda facultada a oportunidade única de anteverem o futuro, isto é, de fazerem uma aproximação visual aos Média em 2046, obviamente através de uma viagem em realidade virtual.
Finalmente, face ao esvaziamento de grande parte das Redacções, esvaziamento que é ditado pelas políticas economicistas das administrações das empresas jornalísticas, mas que tem como consequência imediata a perda das suas memórias vivas, creio que o NewsMuseum adquiriu ainda maior relevância, uma vez que constitui, a bem dizer, o último guardião de uma memória que importa preservar. Também por essa razão, a visita torna-se quase obrigatória.
* O autor escreve em total desacordo e intencional desrespeito pelo dito Acordo Ortográfico, declarando-se objector do mesmo.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

02 Junho 2020

O PS e as presidenciais

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho