Correio do Minho

Braga, sábado

Ilda Pulga: modelo do busto da República morreu há 24 anos

Mobilidade Sustentável

Ideias

2017-09-27 às 06h00

Paulo Monteiro

Faz hoje 24 anos que morreu Ilda Pulga (tinha 101 anos), a modelo que serviu de inspiração a um dos dois bustos da República Portuguesa. Ilda nasceu em Arriolos, em 1892 e, quando tinha apenas 13 anos, foi trabalhar para o Chiado, em Lisboa, como costureira. Aos 18 anos, despertou a atenção do escultor Simões de Almeida que, em 1908, a partir dela, criou o busto da República de 5 de Outubro de 1910. Mas esta não foi a primeira escolha... É que o busto oficial da Républica Portuguesa foi ganho num concurso promovido pela Câmara Municipal de Lisboa e onde participaram nove escultores. O vencedor foi Francisco dos Santos, escultor e pintor português, nascido em Sintra, e cujo gesso original se encontra no Centro Cultural Casapiano já que Francisco dos Santos foi aluno da Casa Pia.

Só que, o busto de José Simões de Almeida era muito popular na altura (1908) e acabou mesmo por participar no concurso nacional, mas tendo ficado no segundo lugar. Teve uma forte influência da Revolução Francesa e foi mesmo adoptado pela Maçonaria.
E, desde então, ambos os bustos têm percorrido a história lado a lado e foram (e são) célebres na filatelia e na numismática portuguesa.

Hoje é justo prestar uma homenagem a Ilda Pulga, que muitos poucos conhecem, mas que teve a coragem de aceitar posar para o escultor no início do século passado. No fundo faz parte da nossa história, esta mulher destemida e que se aventurou na capital com tenra idade. Não deixou descendentes e pouco se sabe dela. Mas está viva, bem viva, na história da República Portuguesa.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.