Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Iniciar o ano lectivo em tempos de pandemia

Os cidadãos continuam a confiar no trabalho da UE

Iniciar o ano lectivo em tempos de pandemia

Voz às Escolas

2020-09-17 às 06h00

Manuela Guimarães Manuela Guimarães

No dia 15 de setembro abrimos oficialmente o ano letivo com a Reunião Geral de colaboradores da FORAVE.
Estamos prontos para receber a partir de amanhã os nossos alunos e iniciar as atividades letivas, em regime presencial, de acordo com as orientações da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares em articulação com a Direção-Geral da Saúde (DGS), no que toca as orientações para a reorganização do funcionamento dos estabelecimentos de educação e ensino para 2020/2021.
Mais um desafio que nos coloca à prova e que exigiu uma capacidade de reação muito rápida, tendo em conta que no início de setembro ainda estávamos enredados em incertezas, dubiedades e conjeturas, que não nos permitiam avançar no planeamento do ano letivo.
Instalou-se a azáfama entre reuniões, análise documental, partilha de dúvidas, atualização de planos e de regras, organização dos layouts das salas, colocação de sinalética, definição de percursos, auscultação de fornecedores e longas batalhas de dialética sobre medições, afastamentos, dos and don´ts, se me permitem o estrangeirismo.
Conseguimos reunir as condições necessárias para que os cerca de trezentos alunos que a escola vai receber possam sentir-se confortavelmente seguros e os encarregados de educação possam confiar na aplicabilidade do Plano de Contingência Covid19 da FORAVE.
Como medidas principais de redução de risco de contágio, dividimos a escola em blocos, que obedecem à configuração arquitetónica dos edifícios que compõem a estrutura física da Instituição, alteramos os horários, criamos um desfasamento nos intervalos da manhã e da tarde, improvisamos uma cantina e criamos turnos para o almoço. Os alunos terão espaços distintos no exterior para os intervalos e o bar terá limite de lotação. Na divulgação das medidas de prevenção de contágio optamos pela gestão visual através da colocação de sinalética em todos os espaços. Faz ainda parte do plano de Contingência, o Plano de Higienização e a sensibilização e formação dos auxiliares de educação.
Que nos livre o destino de casos de contaminação que nos possam comprometer um plano tão cuidado, mas se acontecer estaremos preparados para transitar para outro regime escolar que não seja o tradicional.
Não será um ano fácil, em que a permanente ameaça de focos de infeção e a durabilidade da pandemia nos remeterão para uma instabilidade e incerteza constran- gedora.
Muitas das atividades que contribuíam para o enriquecimento do Plano de Atividades Escolar serão substituídas por alternativas virtuais e os alunos ficarão mais confinados na escola.
É tempo de focar o ensino na sala de aula, de criar maior relação com os alunos, ser criativo nas metodologias de ensino, inovador no uso das novas tecnologias, de investir na flexibilidade curricular, incutir bons hábitos nos alunos mais resistentes e envolver os encarregados de educação na sensibilização dos seus educandos para o respeito pelas regras e para os deveres de solidariedade e responsabilidade social e cívica.
Não sairemos mais empobrecidos, se virmos uma janela de oportunidade nas adversidades da pandemia, orientando o foco para a verdadeira essência dos valores da Escola – educar e formar jovens para a vida.
Hoje ouvi duas palavras sábias em que me revejo e que trarão tranquilidade nesta fase de muitas incertezas SERENIDADE e SENSATEZ, para lidar com todas as vicissitudes, ajustar às circunstâncias, gerir emoções, tomar decisões e não perder o foco com alarmismos que poderão comprometer objetivos e projetos sólidos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho