Correio do Minho

Braga, sábado

Investir na Educação e Formação contribui para o crescimento económico

Menina

Ideias

2016-04-02 às 06h00

Vasco Teixeira

Oinvestimento na Educação e na Formação para o desenvolvimento de competências é essencial para estimular o crescimento económico sustentável e a competitividade: de facto as competências dos cidadãos determinam a capacidade do país para aumentar a produtivi- dade. É amplamente estudado que os níveis de produtividade nas empresas são diferentes quer a níveis dos vários países na Europa, quer dentro de um determinado país (dependendo da empresa, do seu nível de investimentos produtivos e na formação e competências dos seus trabalhadores). A longo prazo, as competências podem desencadear efetivamente inovação e crescimento, fazer aumentar a produção na cadeia de valor, estimular a concentração de competências de nível mais elevado e modelar o mercado de trabalho no futuro numa economia do Conhecimento.
Os desafios decorrentes da evolução demográfica e a necessidade de atualizar e desenvolver continuamente aptidões capazes de dar resposta às alterações da situação económica e social implicam que a aprendizagem se desenrole ao longo da vida. A aprendizagem ao longo da vida constitui o princípio orientador do quadro estratégico para o desenvolvimento dos sistemas de educação e formação até 2020, abrangendo a aprendizagem em todos os contextos - formal, não-formal e informal - e integrando todos os níveis, desde a educação pré-escolar e escolar até ao ensino superior, educação e formação profissionais e educação de adultos.
As políticas de Educação e Formação devem assegurar que todos os cidadãos, independentemente da sua situação pessoal, social ou económica, adquiram, atualizem e desenvolvam ao longo da vida aptidões profissionais específicas, bem como as competências essenciais necessárias para promover a sua empregabilidade e incentivar o aprofundamento da sua formação, a cidadania ativa e o diálogo intercultural.
É essencial reforçar as oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos e a todos os níveis de ensino e formação. A empregabilidade das pessoas deve ser promovida nos sistemas de educação e de formação bem como no local de trabalho, como uma responsabilidade conjunta do setor público e privado no contexto da aprendizagem ao longo da vida.
A Criatividade e a Inovação são fatores chave para o desenvolvimento das empresas e para a competitividade. Portugal sempre se deparou com desafios neste domínio. Um dos desafios liga-se a promover a aquisição por todos os cidadãos das competências-chave transversais, nomeadamente as competências digitais, “aprender a aprender”, o espírito de iniciativa e o espírito empreendedor, bem como a sensibilidade cultural. Outro desafio consiste em assegurar a plena operacionalidade do triângulo do conhecimento: educação-investigação-inovação.
O programa “Educação e Formação para 2020” (EF 2020) é o Quadro Estratégico para a cooperação europeia na Educação e Formação da União Europeia e estabelece medidas para apoiar os objetivos da Europa 2020 para o crescimento e o emprego. O quadro estratégico reforça a importância do investimento e da cooperação europeia nos domínios da Educação, Formação e Investigação como fator essencial para que a UE possa tornar-se a economia do conhecimento mais avançada do Mundo.
São 4 os grandes objetivos estratégicos do EF 2020:
1-Tornar a aprendizagem ao longo da vida e a mobilidade uma realidade - é necessário progredir na aplicação de estratégias de aprendizagem ao longo da vida, no desenvolvimento de quadros de qualificações nacionais ligados ao Quadro Europeu de Qualificações e vias de aprendizagem mais flexíveis. A mobilidade deve ser expandida e a Carta Europeia da Qualidade da Mobilidade deve ser aplicada;
2-Melhorar a qualidade e a eficácia da educação e da formação - todos os cidadãos devem poder adquirir competências essenciais e todos os níveis de educação e formação devem ser tornados mais atrativos e eficientes;
3-Promover a igualdade, a coesão social e a cidadania ativa - a educação e a formação devem permitir que todos os cidadãos adquiram e desenvolvam aptidões e competências necessárias para a sua empregabilidade e promover o aprofundamento da sua formação, a cidadania ativa e o diálogo intercultural. As desigualdades no sistema educativo deverão ser combatidas através de um ensino pré-primário inclusivo de elevada qualidade;
4-Incentivar a criatividade e a inovação, incluindo o espírito empreendedor, a todos os níveis da educação e da formação - aquisição de competências transversais por todos os cidadãos deve ser promovida e assegurar o funcionamento do triângulo do conhecimento educação-investigação-inovação. As parcerias entre empresas e instituições de ensino, bem como círculos mais amplos de aprendizagem que envolvam representantes da sociedade civil e outras partes interessadas devem ser incentivados.
É essencial para o êxito da Europa e para reforçar a empregabilidade a existência de sistemas de educação e de formação de qualidade, que sejam simultaneamente eficazes e equitativos. O principal desafio consiste em garantir que todos adquiram competências-chave, desenvolvendo ao mesmo tempo a excelência e a atratividade a todos os níveis da educação e da formação, fatores que permitirão que a Europa continue a desempenhar um papel de relevo a nível mundial.
Portugal terá de realizar investimentos eficientes na Educação e Formação como parte de uma estratégia mais ampla para a recuperação económica, o crescimento e o emprego, inclusive através do recurso eficaz aos programas da UE e dos Fundos Estruturais.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

18 Julho 2019

Jacques Delors

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.