Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Juventude Por Braga

As Bibliotecas e a cooperação em rede

Ideias Políticas

2015-03-03 às 06h00

Francisco Mota

A Juventude Popular de Braga vive novamente um período eleitoral, ao contrário de outras estruturas partidárias o nosso mandato é apenas de um ano, fazendo com que os nossos dirigentes se exponham a um maior escrutínio interno e externo do seu desempenho.

Desde finais de 2008, altura em que assumi a liderança da estrutura de Juventude do CDS-PP, pautei juntamente com os dirigentes que ao longo destes anos me tem acompanhado uma postura de abertura e de prestar contas do trabalho realizado a todos os Bracarenses e não apenas aos militantes. Acredito que esta deve ser a forma de estar em política e de a credibilizar, rompendo com a tradicional vivência interna dos sistemas partidários sem que o comum do cidadão se aperceba dos objectivos, projectos e posições dos seus agentes políticos.

Desta forma proponho-me ao escrutínio dos militantes da Juventude Popular de Braga, mas com o sentido de servir a minha Terra, para assumir mais um ano a liderança dos destinos da JP no concelho. Sob a égide “Juventude Por Braga” queremos enquanto equipa primar Braga por uma actuação consequente, construtiva e responsável.
Dirijo-me a todos vocês em nome de uma equipa Jovem, dedicada e desprendida, que acredita numa actuação política distinta e comprometida com cada um dos Bracarenses.

Esta é uma geração responsável que confia no seu futuro, não querendo deixa-lo nas mãos de quem quer seja e decidido de uma forma comprometedora como os nossos pais permitiram que o seu fosse.

Esta é uma geração que defende convictamente a actuação pública dos agentes políticos sobre alguns princípios que para nós são sem sobra de dúvidas orientadores da forma de concretizar a política no Burgo. Cientes que hoje lideramos os destinos do Município, estamos seguros de uma maior consciência desta realidade. Ainda há duas semanas tive a oportunidade de o referir neste mesmo espaço de opinião que um político ou um nomeado político deve pautar a sua actuação na humildade, na dedicação, nas pessoas, na tranquilidade, na seriedade, no reconhecimento e na capacidade de trabalho.

Quanto À gestão municipal, deve ser perspectivada, desenvolvida e concretizada com a maior transparência e clareza dos objectivos que se pretende alcançar. A visão de cidade e a qualidade de vida dos nossos concidadãos não podem ser jogadas no tabuleiro da politiquice.
Para nós, que sentimos diariamente o fervilhar do concelho apontamos para um futuro aonde os centristas possam e devem ser mais representativos e envolvidos enquanto instrumentos de decisão no município. O Futuro de Braga depende muito do que é proposto e planeado hoje.

Pelo nosso percurso e história não nos podemos conformar a um acto eleitoral e a uma liderança.
Somos uma Geração que defende e se orgulha da Nossa Terra.
Somos uma Geração que nunca abdicaremos de tomar parte na discussão e na construção do nosso concelho.
Somos uma Geração Por Ti, Por Todos, Por Braga!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias Políticas

11 Dezembro 2018

Cultura plena

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.