Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Leovigildo Palmeira

Sem Confiança perde-se a credibilidade

Ideias

2016-12-06 às 06h00

Paulo Monteiro

Leovigildo Palmeira foi ontem agraciado (a título póstumo) com a Medalha Municipal de Mérito (grau prata) pela Câmara Municipal de Braga. Este grande homem foi director do jornal ‘Correio do Minho’ e jornalista do ‘Comércio do Porto’. A minha ligação a Leovigildo Palmeira é muito forte, já que entrei para o ‘Correio do Minho’ quando ele era director e privei com ele até ao último dia da sua vida, uma vez que ainda trabalhava neste jornal quando nos deixou...

Mas certamente que esta homenagem, de que ontem foi alvo, muito se deve a uma grande família de jornalistas... O seu pai, Afonso Palmeira, foi também jornalista do ‘Correio do Minho’ onde durante muitos anos foi responsável pelos ‘Casos de Polícia’. Passou por muitos jornais e recebeu a medalha de oficial da Ordem de Mérito atribuída pela Presidência da República e a Medalha Municipal de Mérito (grau prata) pela autarquia bracarense.

Também dois filhos de Leovigildo estão ligados ao ‘Correio do Minho’. Foi aqui que José Palmeira começou passando depois pelo ‘Primeiro de Janeiro’ e ‘Público’. Hoje é professor de Relações Internacionais na Universidade do Minho. O outro filho, Rui Palmeira, é actualmente o coordenador gráfico do ‘Correio do Minho’.
Por tudo o que esta família deu ao jornalismo e em especial o Leovigildo, duas palavra de sentida homenagem: MUITO OBRIGADO.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.