Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Medicamentos gratuitos: onda de solidariedade

O espantalho

Medicamentos gratuitos: onda de solidariedade

Ideias

2018-03-29 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Um em cada cinco portugueses não tem dinheiro para comprar os medicamentos que precisa. Esta frase encontra-se no site da Associação Dignitude, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sob a forma de associação, sem fins lucrativos e cuja missão é o desenvolvimento de programas solidários de grande impacto social, que promovam a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses. Entre esses programas está o abem: Rede Solidária do Medicamento... um programa que pretende dar resposta aos problemas de acesso ao medicamento motivados pelo actual contexto sócio-económico. E são beneficiários do abem os indivíduos carenciados, pretendendo-se abranger também os casos de inesperada carência económica decorrentes de situações de desemprego repentino ou de confronto com doença incapacitante, entre outros casos a analisar.

No início do mês, falei do estudo feito pela NOVA Information Management School, da Universidade Nova de Lisboa, que refere que os portugueses faltaram a mais de meio milhão de consultas nos hospitais públicos, em 2017, por causa dos transportes e do custo das taxas moderadoras. Nesse mesmo relatório, cerca de 11% dos portugueses deixaram de comprar medicamentos prescritos pelo médico por falta de dinheiro. E é por isso que esta Rede Solidária do Medicamento é importante. Em menos de dois anos, este programa de distribuição gratuita já beneficiou cerca de quatro mil pessoas e pretende atingir os 25 mil no final do ano e chegar aos 50 mil em 2019. E, esta semana, surgiu mais uma boa notícia com o município de Guimarães a integrar este pro- grama, depois da estreia, no Minho, ter sido feita por Paredes de Coura. Boas iniciativas merecem ser apoiadas, porque estamos a apoiar quem infelizmente mais precisa... e muitas vezes não tem culpa!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho