Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Muda o ano sobem os preços

Bibliotecas humanas

Muda o ano sobem os preços

Ideias

2020-01-03 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Entramos em 2020 e queremos sempre que o novo ano seja sempre melhor do que o anterior. Mas também é inevitável que o começo do novo ano seja sinónimo de aumento de preços. E é ver- dade. E logo com aumentos que nem damos por eles. Ah... mas a mudança de ano também é sinónimo de aumento de impostos. Já lá vou.
Começamos pelo aumento dos preços e começamos pelos combustíveis que passaram a estar com valores mais altos em três anos. O argumento é sempre o mesmo: aumento do preço do petróleo e desvalorização do euro face ao dólar. Pelo meio chegam os impostos ou as taxas:?a taxa de carbono, a taxa de incorporação dos biocombustíveis, a taxa de incorporação de energias renováveis, os impostos do IVA, ISP e o IUC e... agora um agravamento nos carros a gasóleo, um adicional de 500 euros para os mais poluentes, que já vinha de anos anteriores.

Mas temos mais aumentos: aumentos das rendas, dos transportes e das telecomunicações. E mais aumento de impostos sobre o tabaco, para além da introdução de uma taxa específica para o tabaco aquecido. Tudo subidas: de preços e de impostos. Os tais impostos indirectos que - teoricamente - ninguém nota ou não valoriza.
Mas há boas notícias: o aumento do ordenado mínimo para os 635 euros. As tarifas de electricidade no mercado regulado descem 0,4% e os preços das portagens não sofrem qualquer aumento.
E é este o panorama geral e rápido para o novo ano no que diz respeito a aumentos de preços e de impostos. Já tradicional e que já nos vamos habituando a eles. Vejamos é como vai correr a economia durante o ano e que... o turismo nos ajude!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

20 Fevereiro 2020

Eutanásia: quatro frases

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.