Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Natal

Uma ideia de humano sem história e sem pensamento?

Escreve quem sabe

2012-12-21 às 06h00

Carlos Alberto Pereira

Na época natalícia todos nós, escuteiros católicos, somos, de uma forma ainda mais forte, interpelados por esta pergunta muito directa que Jesus nos deixou: «Vós quem dizeis que Eu sou?» (Mt 16, 15) e como respondemos quando nos lembramos da nossa Boa Acção deixada na ponta do lenço? Como a encaramos quando pensamos nos nossos irmãos que sofrem e que têm fome? Como reagimos quando enfrentamos a realidade da nossa inacção ou do nosso comodismo, quando olhamos à nossa volta e só vemos aqueles que nos são queridos, esquecendo ou ignorando todos os outros? Como, face a esta interpelação, poderemos, todos nós em geral e cada um de nós em particular, responder: - Senhor, Vós sois o Filho de Deus feito Homem, o meu Modelo e a minha Salvação?

Há dois mil anos Jesus fez Natal para nos abrir o Caminho da Salvação!
Colectivamente o Corpo Nacional de Escutas tem procurado fazer Natal todos os dias, para as crianças e para os jovens. Individualmente, todos somos chamados a contribuir para este fazer Caminho caminhando na Esperança, sem esquecer os nossos companheiros de viagem, sem esquecer a Mochila carregada de: amizade, compreensão, alegria e capacidade de dar, de se dar e de servir, pois só assim poderemos dar mais do que receber…

Como gostaria de ver o Escutismo Católico Português a caminhar, cantando e rindo…, nesta caminhada colectiva de uma Espereança que brota da Fé, esquecendo os nossos egoísmo e os nossos “eus”, vivendo o Eu colectivo do Amor do Nosso Divino Chefe, também Ele feito Menino!
Será pois sob esta benção de Paz e Amor que queremos que as celebrações dos 90 anos de vida do Escutismo Católico Português, que pretendemos afirmar, cada vez mais, sob a referência da nossa capacidade de dar testemunho deste Menino que nasceu para se Dar, para Servir, para Sofrer e para Salvar a humanidade.

Sigamos o Seu exemplo e façamos Dele o nosso Modelo de Vida!
Finalmente, uma palavra de agradecimento pelo testemunho de escutas católicos empenhados que diariamente celebram este Natal da Boa Nova e de apresentação de votos de um Santo e Feliz Natal, para todos vós, para os vossos Agrupamentos e para as vossas famílias, e que o Novo Ano seja marcado pela vivência da Fé, semeadora de Esperança que constrói a Paz e que distribui Alegria e Felicidade, nas vossas comunidades escutistas e eclesiais, nas vossas famílias e na sociedade onde vivem.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.