Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Neste Verão, faça frente aos Golpes de Calor

Manuel Fernandes

Neste Verão, faça frente aos Golpes de Calor

Voz à Saúde

2023-06-27 às 06h00

Joana Afonso Joana Afonso

Portugal apresenta dias de calor extremo que podem afetar a saúde da população levando a quadros de desidratação, ao consequente agravamento de doenças crónicas, a um esgotamento e, em alguns casos, podem mesmo ser fatais.
Deve dar-se particular atenção ao grupo de pessoas mais vulneráveis como: crianças nos primeiros anos de vida; idosos; portadores de doenças crónicas como doenças cardiovasculares, respiratórias, renais, endócrinas como diabetes e alcoolismo; pessoas com problemas de doença mental; doentes a cumprir tratamentos com medicamento anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos ou antidepressivos; pessoas obesas; acamados; trabalhadores expostos ao sol ou a fontes de calor; pessoas com más condições de habitabilidade.
Nos dias em que as temperaturas atingem um extremo o nosso corpo pode sofrer um Golpe de Calor que se trata de uma situação clínica em que o corpo perde a capacidade de controlar a temperatura basal e deixa de produzir suor, impedindo o arrefecimento. Em apenas 10 a 15 minutos a temperatura corporal pode atingir 39ºC levando a lesões cerebrais ou mesmo à morte se a pessoa não for socorrida de imediato. Como sintomas de um Golpe de Calor deve estar atento a febre alta, pele vermelha, quente e seca e sem produção de suor, pulso rápido e forte, dores de cabeça, enjoos, tonturas além de confusão e perda total ou parcial da consciência. De imediato deve ligar o 112 e solicitar orientação médica urgente.
De forma a prevenir os Golpes de Calor saiba que deve:
• Aumentar a ingestão de água, sumos de fruta natural sem adição de açúcar, mesmo que não sinta sede e restringir as bebidas alcoólicas ou com elevado teor de açúcar;
• Saber que recém-nascidos, crianças, doentes crónicos ou idosos podem não conseguir manifestar a condição de sede, pelo que o reforço de hidratação se torna ainda mais importante;
• Cumprir refeições leves e de forma mais frequente;
• Tentar permanecer cerca de duas a três horas num ambiente mais fresco ou com ar condicionado mas evite mudanças bruscas de temperatura;
• Tomar um duche de água fria ou tépida, mas evite variações muito bruscas;
• Evitar a exposição direta ao sol, particularmente no período entre as 11 e as 17 horas. Se exposto, deve usar proteção solar com um índice de proteção igual ou superior a 30 e renovar a sua aplicação de 2 em 2 horas, além de usar roupas que evitem a exposição direta da pele ao sol, usar chapéu e óculos de proteção contra a radiação UVA e UVB;
• Evitar permanecer em viaturas expostas ao sol. Se o carro não tiver ar condicionado não feche as janelas, leve água ou sumos de fruta naturais para ir repondo a hidratação mas, se possível, opte por viajar de noite. Nunca deixe no interior do veículo exposto ao sol uma criança, um idoso ou uma pessoa doente;
• Evitar a prática de exercício físico vigoroso. Se optar por treinar ao ar livre repouse frequentemente em espaços de sombra, frescos e arejados.
• Usar roupa larga, clara, fresca e de algodão;
• Limitar a entrada do calor dentro da habitação ao correr as persianas ou portadas mas mantendo o ar circulante dentro de casa;
• Contactar a Linha Saúde 24 (808 24 24 24) caso não se esteja a sentir bem com o calor.
Lembre-se, cuide de Si! Cuide da Sua Saúde!

Deixa o teu comentário

Últimas Voz à Saúde

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho