Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Não prejudique a reciclagem!

Construir uma escola onde se aprenda melhor

Não prejudique a reciclagem!

Ideias

2020-09-30 às 06h00

Pedro Machado Pedro Machado

Escrevo esta crónica ainda a propósito da má utilização dos ecopontos, não só da colocação de resíduos fora do ecoponto, mas também, do que é colocado indevidamente no seu interior.
Resíduos orgânicos, animais, tudo o que possam e não possam imaginar, aparece junto com os resíduos de embalagens na estação de triagem! Ora, estes tipos de ações prejudicam não só os trabalhadores da Braval, como também todas as outras pessoas que tiveram o cuidado de separar corretamente os seus resíduos, na expetativa de estes serem encaminhados para reciclagem.
Isto origina a contaminação das embalagens por resíduos orgânicos, logo, inviabiliza totalmente a sua reciclagem.
No caso do vidro, ainda prejudica mais, pois o vidro depois de despejado pelos camiões no silo de vidro no ecocentro do Ecoparque Braval, é depois enviado diretamente para a fábrica de reciclagem. É expectável que no vidrão só sejam apenas colocadas embalagens de vidro, no entanto, temos sido penalizados devido à presença elevada de contaminantes, nomeadamente plástico, metal, porcelanas, entre outros materiais.
Outra situação extremamente prejudicial e incorrecta, é a colocação dos resíduos recicláveis, nos contentores de resíduos indiferenciados, pois para além da inviabilização da reciclagem destas embalagens, prejudica a valorização dos resíduos orgânicos, nomeadamente a produção do composto orgânico Ferti+.
A Braval e os seus municípios, ao longo de quase 25 anos, têm investido na implementação e exploração de um sistema de recolha seletiva e valorização de resíduos, bem como, na sensibilização da população. Este esforço e investimento sai prejudicado com estes comportamentos.
No âmbito da candidatura “Otimização e reforço da rede de recolha seletiva e da gestão de resíduos ao nível das produção e reciclagem da Braval”. financiada pelo POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), através do Portugal 2020 e do Fundo de Coesão da União Europeia, estamos novamente a investir na recolha e sensibilização da população.
Este projeto contempla ainda a aquisição 3 viaturas para recolha seletiva, 150 ecopontos subterrâneos e 200 ecopontos de superfície, bem como, 100 óleões de superfície, ecopontos domésticos, ecopontos em cartão para instituições, entre outras ações de sensibilização.
Noutro projeto em que a Braval está envolvida, o Res2ValHum, co-financiado pelo Interreg, tendo como objetivo a otimização da qualidade do composto Ferti+, resultante da valorização dos resíduos orgânicos da recolha indiferenciada, estamos já a dotar todas as escolas da nossa área de abrangência, com ecopontos de 120L para espaços comuns e ecopontos em cartão para todas as salas de aula. Este projeto comtempla ainda a promoção da compostagem doméstica, com o fornecimento de compostores à população, bem como, da recolha seletiva, com a distribuição de 20. 000 sacos-ecoponto.
Todo este investimento, necessita da colaboração da população para dar frutos.
Utilize os ecopontos, separe as embalagens!
Ajude-nos, ajudando-se!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

22 Outubro 2020

Tirar lições da pandemia

22 Outubro 2020

Para um futuro melhor

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho